Rio de Janeiro,

terça-feira, agosto 9, 2022
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #51

Escolas estaduais receberão programa educacional que incentiva ações de sustentabilidade no dia a dia

Mais lidas

A Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) e a Shell lançaram um projeto educacional que incentiva e auxilia no desenvolvimento de soluções sustentáveis para o cotidiano, principalmente em relação ao acesso e ao uso da água, energia e alimentos. Cerca de 700 alunos, de 14 a 19 anos, de 17 escolas da Região Metropolitana e da Baixada Fluminense participarão do Programa NXplorers.  

O lançamento aconteceu nesta quinta-feira, dia 26, no Colégio Estadual Erich Walter Heine, em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio, a primeira escola sustentável da América Latina e que recebeu a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), concedida pela entidade internacional Green Building Council.

De acordo com o secretário de Estado de Educação, Wagner Victer, o piloto do programa educacional foi realizado em quatro escolas da Ilha do Governador, em 2017, com capacitação de professores e realização de diversas ações e atividades. Segundo ele, os resultados foram positivos e, neste ano, a proposta será estendida.

O número de unidades de ensino foi ampliado e serão intensificadas as ações que promovam a sustentabilidade e o engajamento dos jovens. Cabe ressaltar que a escola onde foi lançado esse programa é referência em educação ambiental e também possui o selo internacional da Unesco do Programa das Escolas Associadas – declarou Wagner Victer.   

As escolas públicas estaduais que receberão o programa estão localizadas no Centro, Ilha do Governador, Bonsucesso, Pilares, Copacabana, Pedra de Guaratiba, Campo Grande, Santa Cruz e Taquara, na Capital; em Niterói, além dos municípios de Nova Iguaçu, São João de Meriti e Belford Roxo, na Baixada Fluminense.

O Programa NXplorers atende a mais de 100 escolas em 10 países, disponibiliza uma plataforma online para compartilhamento de soluções e troca de experiências e tem como base três módulos: Explorar, Criar e Mudar – disse a gerente de Performance Social da Shell Brasil, Pamella Braga De-Cnop.

Durante o lançamento do programa também foram plantadas mudas de ipê no Colégio Estadual Erich Walter Heine, uma iniciativa realizada em conjunto com a Cedae, por meio do Projeto Replantando Vidas, que já percorreu cerca de 20 escolas da Zona Oeste do Rio de Janeiro. 

spot_img
spot_img

Últimas noticias