Esgoto da Rua 44 no Jardim Atlântico foi parar na Justiça

O vazamento de esgoto na Rua 44, no Jardim Atlântico, em Itaipuaçu, revelou uma batalha judicial em torno da questão. A revelação aconteceu durante a sessão da Câmara de Vereadores de Maricá quando o vereador Filippe Poubel (DEM) apresentou aos colegas reclamações de moradores da localidade quanto o caso. Ele explicou que em dias de chuva o local fica intransitável.

“Vou citar a Rua 44, em Jardim Atlântico. É um absurdo a falta de respeito que fazem com os moradores. Falo de valas negras, esgoto a céu aberto. Essa rua tem um rio impossibilitando os transeuntes de passarem. Hoje trago a revolta de moradores que pagam IPTU e não têm direito de ir e vir na rua onde moram”, disse Poubel.

O presidente da Casa, Aldair de Linda (PT), foi quem explicou o real problema da área. Ele afirmou ser proprietário de um terreno na Rua 44 e afirmou que está sendo resolvido na Justiça.

“A Rua 44 está com problema judicial porque vem um valão com mais ou menos quatro metros de largura do Bosque dos Flamboyant que não foi feito porque são loteamentos distintos. O loteamento do Flamboyant era de um proprietário e o outro de outro. Então quando chega à Rua 1 esse valão de quatro metros passa a ter um metro, então num momento emergencial abrimos aquele espaço da 44 para que as pessoas não morressem afogados. Estamos na Justiça para desapropriar um terreno ao lado para conseguir fazer a drenagem”, disse o parlamentar.

Notícias Relacionadas