spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #69

spot_img
spot_imgspot_img

Espetáculo Passarim consagra Programa Aprendiz Musical no Theatro Municipal de Niterói

spot_imgspot_img

Mais lidas

O Programa Aprendiz Musical apresentou com muito sucesso, no último final de semana (dias 25 e 26), no Theatro Municipal de Niterói, o espetáculo ‘Passarim – uma homenagem a Tom Jobim’ – com a Orquestra Aprendiz Musical e o Coro Aprendiz. O figurino, a cenografia, a seleção de repertório e o roteiro do espetáculo deram o tom correto para a emoção que tomou conta do principal teatro de Niterói – comemorando, ainda, o aniversário de 450 anos da cidade.

Formados por jovens músicos de até 24 anos de idade, os conjuntos participantes fizeram uma imersão sonora e cultural na vida e obra de Tom Jobim, participando de uma construção cênica que une o lúdico e o pedagógico por meio da linguagem artística. O espetáculo resgata um importante protagonista da música nacional, e o insere às novas gerações por meio das artes integradas.

“Pela primeira vez estreamos um espetáculo que une música instrumental e cantada à dramaturgia, oferecendo novas oportunidades de aprendizados para nossos alunos”, disse Luiza Carino, diretora do IMMuB, na abertura da primeira apresentação, no sábado.

‘Passarim’ nasceu com o desafio de unir música e interpretação, conseguindo cumprir a entrega e realizando uma homenagem singular ao maestro e compositor Tom Jobim através dos principais Grupos de Referência do Programa em 2023. Para conduzir esse processo inédito na história do Programa Aprendiz Musical, foi convidado o diretor artístico Reiner Tenente, fundador do Centro de Estudo e Formação em Teatro Musical (CEFTEM).

O processo de criação do espetáculo envolveu meses de ensaios e atividades complementares especiais: os aprendizes visitaram o Instituto Antônio Carlos Jobim (IACJ), localizado no Jardim Botânico, onde puderam conhecer a exposição sobre vida e obra de Tom, composta por fotos, textos e um vídeo educativo sobre a relação do maestro com a preservação da natureza; participaram também de uma oficina especial lecionada pelo arranjador e pesquisador Flávio Mendes (que também assina a Direção Musical deste espetáculo), que foi inteiramente dedicada à história de Tom Jobim, sua discografia, parcerias e destaques biográficos.

O espetáculo é uma emocionante história musical que entrelaça as vidas de Antônio e sua mãe, Luiza, ambos guiados por um profundo amor pela música e uma determinação inabalável em perseguir seus sonhos. Luiza, uma mulher dotada de uma voz inigualável e uma paixão indomável pela música, busca refúgio no Rio de Janeiro, trazendo consigo seu filho ainda por nascer, desejando proporcionar uma vida melhor para ambos. 

Antônio cresce como um menino alegre e inventivo, inspirado pelo legado musical de sua mãe e seu ídolo Tom Jobim. Com o passar dos anos, Luiza se estabelece como cantora bem-sucedida, embora precise trabalhar arduamente, o que a mantém distante de seu filho.

“Dirigir um musical onde tenho a possibilidade de ter como matéria prima uma orquestra e um coro talentoso, é um grande presente na vida de um diretor. O público se emocionou com o ineditismo de assistir um espetáculo de teatro musical onde a música, os músicos e seus instrumentos são elementos cênicos essenciais para que nossa história seja contada”, explicou o diretor geral Reiner Tenente.

“É lindo de ver como ‘Passarim’ transforma o palco em um cenário mágico, onde toda orquestra, coral e elenco se entrelaçam para contar essa história, criando essa experiência musical única, através da obra do grande mestre Tom Jobim”, disse o autor do texto, Tiago Rocha.

Samir Costa, de 22 anos, é boliviano e mora em Niterói há 13 anos. “Eu comecei anos atrás no Conservatório de Música, e entrei no Programa Aprendiz no início deste ano. Este espetáculo foi intenso, teve muita preparação. Meus pais desenham desde que eram crianças, eu aprendi as artes com eles desde novo e esta foi a melhor chance que tive, até agora, de praticar arte na minha vida. O personagem do empresário é o vilão da história, é um personagem difícil. Mas busquei fazer um vilão que fosse interessante, foi desafiador”, contou o jovem artista.

Gabi Magalhães, 29 anos, foi aluna de Canto Coral do Aprendiz, e encarna a protagonista Luiza. “Minhas primeiras apresentações profissionais foram com o Aprendiz, que abriu portas para eu entrar no mundo do teatro musical. Minha característica de ser corista ajudou muito. E estar aqui, hoje, exercendo minha profissão de atriz de teatro musical no projeto que me lançou, está me deixando em êxtase. Uma geração nova, guiada pela maestrina Fátima Mendonça, entrando em um mercado que eu sei que é muito rico. Quando soube da audição, mandei logo meu material porque eu queria o papel da Luiza – não só por ser protagonista, mas porque tem grande valor afetivo para mim. Estou muito feliz”, declarou, emocionada.

O ator Bhenner, de 27 anos, fez o personagem do pássaro Macuco, e adorou a experiência. “Fui convidado para integrar este projeto. O Aprendiz, além do cuidado com a educação e com a música, é uma grande família artística. Fui super abraçado por eles, fato que me ajudou e cooperou com a qualidade do meu trabalho”, concluiu ele.

Este projeto só foi possível graças a uma parceria inédita entre o Instituto Memória Musical Brasileira (IMMuB) e o Instituto Antônio Carlos Jobim (IACJ), cuja anuência permitiu a representação de Tom Jobim nesta obra artística. ‘Passarim’ é uma realização de toda equipe do Programa Aprendiz Musical 2023.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img