Esporte sofre com consequências da crise mundial de Coronavírus

Flamengo é um dos times afetados pela crise do Coronavírus; partida válida pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores foi adiada. | Foto: Alexandre Vidal/CRF

Nem mesmo as competições esportivas passaram imunes ao novo Covid-19, o Coronavírus. Diversas modalidades sofreram alterações em seus cronogramas, tendo partidas, e eventos adiados ou cancelados. Até mesmo os Jogos Olímpicos podem ser adiados.

No caso da Copa Libertadores da América, que tem o carioca Flamengo defendendo o título, as partidas marcadas para a semana que vem (entre 15 e 21/03) foram adiadas. Nas redes sociais, a Conmebol avisou que os ajustes ao calendário da competição serão feitos nas próximas semanas. Cinco times brasileiros entrariam em campo nesse período (Flamengo x Independiente del Valle, Palmeiras x Bolívar, Athletico-PR x Jorge Wilstermann, São Paulo x River Plate e Santos x Olimpia).

Jogos das eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 também foram adiadas. Inicialmente previstas para os dias 23 e 31/03, agora elas não tem data definida para acontecer. A decisão foi anunciada pela Fifa. Outros torneios ao redor do mundo, como os campeonatos Italiano e Espanhol foram suspensos.

Os jogos olímpicos também estão com problemas para definir seus competidores. 80% das modalidades olímpicas ainda não tem o quadro de atletas definidos. Apenas oito modalidades definiram 100% de seus classificados: hóquei sobre a grama, vôlei de quadra, hipismo saltos, hipismo CCE (concurso completo de equitação), hipismo adestramento e softbol. Vale lembrar que a realização dos jogos estava prevista entre 24 de julho e 9 de agosto. Ao todo, são 50 modalidades esportivas que participam do torneio.

O presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, sugeriu nesta quinta-feira (12) que os Jogos Olímpicos de Tóquio sejam adiados por um ano devido a pandemia do novo coronavírus. Apesar disso, o Comitê Olímpico Internacional afirma que a Olimpíada está mantida.

No automobilismo, o Grande Prêmio da Austrália, que abriria o Circuito Mundial de Formula 1, foi suspenso. Inicialmente, a McLaren já havia anunciado que não participaria da etapa depois que um funcionário testou positivo para a doença. Em seguida, a BBC divulgou a informação de que o GP foi cancelado. Entretanto, a informação não foi confirmada oficialmente.

Notícias Relacionadas