Espraiado terá Ecomuseu

Errejota Notícias
Errejota Notícias

Maricaenses e turistas ganharão um museu que contemplará as espécies nativas da fauna e flora do município. O espaço ficará situado na sede da Unidade de Conservação Ambiental de Espraiado e receberá o nome da Bióloga Bertha Lutz. Ainda sem data para ser inaugurado, o Ecomuseu será um espaço onde os visitantes poderão, em aquários, os peixes presentes nos rios locais, além de conhecer a história de outros animais nativos.

O prefeito Fabiano Horta visitou as instalações do Ecomuseu e sinalizou com a possibilidade de implantar uma ação integrada com visitação escolar.

“Podemos trazer as crianças aqui no museu para conhecer um pouco da fauna e flora do município, isso será importante para uma educação ambiental”, falou.

Quem foi Bertha Lutz?

Nascida em São Paulo, no dia 2 de agosto de 1894, filha da enfermeira inglesa Amy Fowler e do cientista e pioneiro da Medicina Tropical Adolfo Lutz, Bertha foi educada na Europa, formou-se em Biologia pela Sorbonne e tomou contato com a campanha sufragista inglesa.

Voltou ao Brasil em 1918 e ingressou por concurso público como bióloga no Museu Nacional, sendo a segunda mulher a entrar no serviço público brasileiro. Ao lado de outras pioneiras, empenhou-se na luta pelo voto feminino e criou, em 1919, a Liga para a Emancipação Intelectual da Mulher, que foi o embrião da Federação Brasileira pelo Progresso Feminino (FBPF).

Notícias Relacionadas