Estado do RJ registrou mais de 4 mil estupros em 2017; a maioria das vítimas eram crianças e adolescentes

Dados divulgados nesta sexta-feira (04) pelo Dossiê Mulher, do Instituto de Segurança Pública (ISP), revelou que no ano passado, foram registrados 4.173 casos de estupro, uma média de 11 casos por dia. Percebeu-se, ainda, um aumento de 4% em comparação com 2016.

O estudo revelou, também que 67% dos casos tiveram como vítima crianças e adolescentes e, em quase metade desses casos, os criminosos eram parentes ou conhecidos próximos.

O documento, que está na sua 13º edição, traz informações sobre os principais tipos de violência contra o sexo feminino. Em 2017, foram 381 mulheres mortas no estado, sendo 68 desses casos feminicídio, quando a vítima é morta simplesmente por ser mulher.

Do número total, 60% eram negras e quase 30% dos crimes aconteceram dentro de casa. Outro dado alarmante é o de lesões corporais dolosas, quando há a intenção de praticar a violência. De todos os casos de 2017, 65% das vítimas foram mulheres, uma média de 108 registros por dia.

A major Cláudia Moraes, uma das organizadoras do documento, reforçou a necessidade de denunciar a violência sofrida. “Muitas mulheres que morreram vítima de feminicídio acharam que seus parceiros íntimos, seus familiares, não seriam capazes de fazer isso. É importante interromper esse ciclo, e a primeira coisa a se fazer para isso é falar com alguém, é comunicar a alguém, procurar o serviço público, procurar a delegacia, fale sobre. Não esconda esse problema. Não passe maquiagem no rosto para esconder a agressão”, concluiu.

*Com informações da Radioagência Nacional

Notícias Relacionadas