Estado endurece discurso e pode responsabilizar quem sair de casa

Foto: Agência Brasil

“Até então foi um pedido, agora estou dando uma ordem: não saia de casa! Aqueles que amanhã ou depois morrerem por falta de atendimento porque a curva de contaminação aumentou, quem desrespeitou será responsabilizado pela morte”. A fala dura do governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, reforça a importância do isolamento social.

O governador também falou sobre a importância da população seguir as orientações dos órgãos de governo, e fez um alerta.

“Não acredite em qualquer informação que não seja pautada em critérios técnicos, sob pena de termos um grave agravamento da crise e a pessoa que está ao seu lado pode não ser salva”, defendeu.

Medidas – O governador também prorrogou o decreto com as medidas restritivas contra o coronavírus, por mais 15 dias. No próximo dia 4 de abril será feita uma reavaliação das medidas adotadas em todo o estado.

Entre as medidas renovadas estão as proibições de: Aulas nas unidades da rede pública e privada de ensino, inclusive nas unidades de ensino superior; Comícios e passeatas; Jogos de futebol e demais eventos desportivos; Sessões de cinema e de teatro; Shows; Eventos em salão ou casa de festas, como aniversários; Feiras; Eventos científicos; Visitação a unidades prisionais; Visitação a pacientes diagnosticados com o Covid-19.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.