Rio de Janeiro,

quinta-feira, junho 24, 2021
spot_img

Leia a nossa última edição #37

Ex-BBB Projota volta a citar chacina do MCMV Itaipuaçu em letra de música

Mais lidas

O rapper Projota lançou seu novo single e, na letra, voltou a falar da chacina que vitimou cinco jovens moradores do condomínio ‘Minha Casa, Minha Vida’ de Itaipuaçu em março de 2018. Os jovens foram assassinados brutalmente após retornarem justamente de um show do cantor no Centro de Maricá.

O clipe foi lançado nesta quinta (13) e já tem mais de 335 mil visualizações. Ela está na posição #27 dos “Vídeos em Alta”, lista de postagens consideradas “tendências” nas redes sociais. “Eu me vejo muito neles. Também promovia rodas de rimas, já fui parado e tive uma arma grudada na minha nuca. Podia ter sido eu 15 anos atrás”, afirmou Projota ao Jornal Extra.

O cantor, em outra entrevista, contou que sempre lembra do caso, apesar de três anos já terem se passado. “Isso tá sempre na minha cabeça… De repente vem, sabe? Essa é a segunda vez que eu cito em uma letra de música porque mexe bastante comigo. É um sentimento muito estranho. Se eu não tivesse ido, será que tudo teria sido diferente? Se eu tivesse cantado uma música a menos”, disse o cantor, em entrevista à revista “Marie Claire”.

Na letra, Projota lembra que os jovens assassinados foram acusados de ter envolvimento com o tráfico de drogas. À época, a titular da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG), delegada Barbara Lomba, confirmou que foi execução. “Mataram os menino lá de Maricá e disseram que era bandido / Eles tavam voltando do show que eu fiz / Se eu soubesse eu não tinha nem ido / Se eu soubesse que alguém ia morrer pra me ver / Se eu pudesse eu nem tinha nascido”, diz o rapper na música.

CONFIRA O CLIPE DA MÚSICA “DIA DA CAÇA”, DO PROJOTA:

spot_img

Últimas noticias