Ex-governador preso Sérgio Cabral será transferido para Niterói


O juiz Marcelo Bretas, da Operação Lava-Jato do Rio de Janeiro, acatou pedido da defesa de Sérgio Cabral e o ex-governador, que está preso, será transferido para a Unidade Prisional da Polícia Militar, no Fonseca, em Niterói.

Atualmente preso no Complexo de Gericinó, em Bangu, Cabral será transferido sobre a alegação de risco à integridade física. Um ofício já foi expedido e, agora, aguarda a expedição de documentos pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) para que a transferência seja concretizada.

Bretas justificou, na sentença, a transferência de Cabral. “É notório que o acusado vem adotando participação colaborativa no curso das ações penais que responde perante este Juízo, o que, de fato, pode gerar certas animosidades dentro do ambiente carcerário”, pontuou.

“Ele não recebeu nenhuma ameaça, mas diante do atual posicionamento de Cabral, avaliamos que a unidade de Niterói é mais compatível até por sua condição de ex-governador”, disse Marcio Delambert ao jornal “O Dia”.

Cabral agora se junta a outro ex-governador e aliado; Luiz Fernando Pezão, que foi vice-governador e sucedeu o colega emedebista, que também está preso em Niterói desde que foi levado à cárcere ainda no exercício do mandato.

Notícias Relacionadas