Fabiano Horta (PT) e Diego Zeidan (PT) vão disputar a Prefeitura de Maricá

O atual prefeito Fabiano Horta (PT) teve a disputa à reeleição ratificada na segunda (14) durante a convenção do Diretório Municipal do PT. A reunião, que aconteceu no Esporte Clube Maricá, contou com a presença do vice-presidente nacional do partido, Washington Quaquá (PT), com vereadores da base do governo e com pré-candidatos de diversos partidos que compõem a coligação.

Fabiano acredita que o desafio, no próximo pleito, será o de reafirmar as políticas que estão dando certo em Maricá desde 2008, quando o PT assumiu a gestão local. “A campanha é um grande desafio, acima de tudo, de afirmação de um projeto. A gente está muito preocupado em reafirmar esse projeto, consolidar tudo o que foi construído em Maricá, todas as políticas que a gente, ao longo do tempo, desenvolveu e que transformaram a cidade de Maricá”, destacou.

O atual prefeito lembrou, também, da responsabilidade de ser um referencial de políticas públicas para o país. “Essa responsabilidade estimula a gente a continuar construindo o que a gente tem feito. A gente constrói política com o desejo de ver a vida das pessoas transformada. De ver a inclusão social dada, de ver o Renda Básica como instrumento importante de combate à miséria, de perceber que o tarifa zero e essa implantação é um direito estabelecido do cidadão de ir e vir… Ou seja, Maricá tem construído esses referenciais e quer continuar ofertando isso para o país”, comentou.

Já o vice-presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Washington Quaquá, lembrou o destaque da cidade em outros países e fez um desafio à população de Maricá. “Fabiano, hoje, é um exemplo para o Brasil. Maricá tem políticas tão densas e revolucionárias que é exemplo para o país e o mundo. Recentemente, uma TV japonesa dedicou 11 minutos à Moeda Social Mumbuca. Fabiano é o melhor prefeito do Brasil e o povo de Maricá tem o desafio de torná-lo o prefeito mais votado do país”, sugeriu.

O candidato a vice-prefeito, Diego Zeidan, comentou o fato de já ter a política “correndo nas veias”, já que é filho do ex-prefeito Washington Quaquá e da atual deputada Rosângela Zeidan (PT). “É mais um desafio de luta, de construção de uma sociedade mais justa, mais igualitária. E isso a gente já tem desde pequeno, desde que me entendo por gente. Estamos juntos na luta para continuar essa batalha que é diária e que tem que envolver toda a população. A gente tem que fazer a população, a juventude, o povo se envolver na política e na participação das decisões – e essa é a grande missão para o futuro”, acredita.

O presidente estadual do PT e secretário de Relações Institucionais de Maricá, João Maurício de Freitas destacou as alianças firmadas em apoio à Fabiano Horta. “São mais de 150 candidatos à Câmara Municipal na coligação. O prefeito construiu um grande arco de alianças e, hoje, conta com o apoio de 15 dos 17 vereadores da cidade. Tenho certeza que vamos continuar governando e transformando Maricá do jeito que a gente fez nos últimos quatro anos”, analisou.

Um dos vereadores que compõem a base do governo é o presidente da Câmara, Aldair de Linda, que é petista e vai buscar a reeleição. “Me lembro do Quaquá falando do projeto de fazer o Fabiano como presidente da Câmara. Fui o vice-presidente na época. Depois o Fabiano se elegeu deputado federal e, agora, prefeito. Fabiano sempre foi um cara íntegro e estaremos juntos pois me orgulho de fazer parte de um projeto que melhora a vida do povo”, pontuou.

Alguns partidos já anunciaram apoio à reeleição de Fabiano, sendo eles o PSD, PCdoB, Cidadania, PDT, MDB e Avante (todos com representação na Câmara Municipal). Outros partidos poderão se juntar à coligação majoritária até esta quarta (16).

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.