Fechamento de Búzios provoca reflexos em cidades vizinhas

Búzios Foto: depositphotos.com

O Decreto Municipal que promove o fechamento de praias, quadras poliesportivas, estabelecimentos comerciais e hotéis, pousadas e outros meios de hospedagem na cidade de Búzios está provocando reflexos nas cidades ao entorno. Segundo a  Federação de Convention & Visitors Bureaux do Estado do Rio de Janeiro, a ação já motivou a desistência de turistas nas cidades vizinhas, mas a instituição garante que a biossegurança dos visitantes é garantida e é uma das principais preocupações durante a pandemia.

O fechamento provocou indignação na população, comércio e rede hoteleira da cidade que repudiam a ação repentina da justiça.

O secretário Estadual de Turismo, Gustavo Tutuca, afirmou que está trabalhando para reformar essa decisão do juiz local e que o Governo do Estado não quer o fechamento da cidade.

“Já coloquei o Governo do Estado à disposição, caso necessário, com nova ampliação dos leitos e estrutura da saúde de Búzios. Estamos reforçando os 10 mandamentos do Turismo Consciente, o setor tem cumprido a sua parte e temos que reforçar o  futuro do turismo brasileiro”, disse.

De acordo com presidente no Conselho Regional de Turismo da Costa do Sol (CONDETUR – RJ) e presidente da Federação de Convention & Visitors Bureaux do Estado do Rio de Janeiro, Marco Navega, a decisão afetou toda a região.

“A ação fez com que cidades como Arraial do Cabo, Cabo Frio e demais cidades ao entorno tivessem desistências de turistas para hospedagem. O turista ficou assustado com o fechamento, com medo e foi um assunto que se tornou nacional. Esse ato isolado não está só prejudicando o turismo da região, como do Estado e Nacional”, explicou.

O presidente ainda ressaltou que, pensando nos turistas, foi criado o Selo Rio de Janeiro Turismo Consciente, que garante as medidas de biossegurança no setor hoteleiro de todo Estado.

“O Selo Rio de Janeiro Turismo Consciente garante que turistas e funcionários do setor se sintam mais seguros nesta fase de retomada. É essencial dar a esse visitante mais segurança para a sua viagem”, explica.

Os “10 Mandamentos para o Turismo Consciente” estão disponíveis no site www.turismoconscienterj.com.br. O portal possibilitará que o turista identifique, em cada localidade, quais prestadores de serviços turísticos estão cumprindo as regras impostas.

Notícias Relacionadas