Festival da Música Negra terá Diogo Nogueira, Jorge Aragão, Stanley Jordan, Big James Montgomery e pratas da casa

O Festival de Música Negra de Maricá terá como atrações principais Diogo Nogueira, Jorge Aragão, o guitarrista americano Stanley Jordan, Big James Montgomery e pratas da casa. O festival começa amanhã (20) e segue até o próximo domingo (24).

Logo na abertura o público poderá curtir o som do guitarrista americano Stanley Jordan como atração principal na Lona Cultural de Itaipuaçu, a partir das  18h. Essa será a segunda apresentação do guitarrista em solo maricaense, a primeira vez lotou o Cineteatro Henfil. Stanley é um dos maiores instrumentistas da história, tendo criado a técnica do “tapping” (tocar batendo com os dedos da mão esquerda nas cordas). Quem esquenta o palco e faz as honras da casa para o instrumentista americano é o gaitista brasileiro Jefferson Gonçalves, também reconhecido internacionalmente por sua sonoridade única, mistura a música negra norte-americana com o regionalismo dos ritmos nordestinos, como o forró, o baião, o xaxado e o maracatu, entre outros. Jefferson sobe ao palco a partir das 16h.

Também americano, o trombonista Big James Montgomery traz o som do delta do Mississipi e se apresenta com a banda, Simi Brothers pela primeira vez na cidade. A banda é formada pelos irmãos guitarristas Danilo e Nicolas Simi no dia 22, na Lona Cultural da Barra e no dia 24, na Lona Cultural de Itaipuaçu. Big James vai mostrar sua mistura de Funk, Blues, Soul e R&B ao público.

Já na Praia da Barra, o DJ Codi abre os trabalhos, às 19h e às 20h30 entra no palco a banda Blues Etílicos. Com décadas de estrada e o som de raíz, a banda tem uma legião de fãs pelo país. Depois, a partir das 22h, Diogo Nogueira assume o microfone e vai até a meia-noite para cantar o que há de mais nobre no repertório do samba.

Outra atração que estreia em solo maricaense é a cantora e compositora Taryn Szpilman. Ela e sua banda se apresentam no dia 23/11, na Lona Cultural de Itaipuaçu. Filha do fundador da lendária Rio Jazz Orchestra, Marcos Szpilman, ficou conhecida não só pelo trabalho no blues e no jazz, mas também pela gravação da canção mais famosa do filme Frozen, dos estúdios Disney, dublando a rainha Elsa na canção premiada pelo Oscar “Let It Go” (“Livre estou”, na versão para o português).

No último dia de festival as atrações se voltam para o sambista Jorge Aragão, que sobe ao palco às 19h30, na Lona Cultural Marielle Franco.

Confira a programação completa:

Festival de Música Negra de Maricá

Dia 20/11

Palco – Lona Cultural de Itaipuaçu

13h às 15h30 – Contadores de histórias
16h às 17h30 – Jefferson Gonçalves e banda
18h às 19h30 – Stanley Jordan Trio (USA)

Palco – Praia da Barra

19h às 20h – DJ Codi
20h30 às 21h30 – Blues Etílicos
22h às 24h – Diogo Nogueira

Dia 22/11

Palco – Lona Cultural Marielle Franco (Barra)

18h às 19h – Grupo de capoeira Negrin/mestre Juruna – maculelê
19h às 20h – DJ Codi
20h às 21h30 – Big James & Simi Brothers (USA)

Palco – Lona Cultural de Itaipuaçu

17h às 19h – Contadores de histórias e oficinas de brinquedo
19h às 20h – DJ Samba Funk
20h às 21h30 – Jô Borges
22h às 23h30 – Blues Etílicos

Dia 23/11

Palco – Lona Cultural Marielle Franco (Barra)

15h às 16h30 – Contadores de histórias e oficinas de brinquedo
17h às 20h – Jogo do Flamengo (telão e DJ Codi)
20h às 21h – Jô Borges
21h30 às 23h – Stanley Jordan Trio (USA)

Palco – Lona Cultural de Itaipuaçu

16h30 às 17h30 – Marianna Cunha
17h30 às 20h30 – Jogo do Flamengo (telão e DJ Buska)
21h às 22h30 – Taryn Szpilman in Blues

Dia 24/11

Palco – Lona Cultural Marielle Franco (Barra)

15h às 17h – Contadores de histórias e oficinas de brinquedo
18h às 19h – DJ Codi
19h30 às 21h – Jorge Aragão
21h30 às 23h – Marianna Cunha

Palco – Lona Cultural de Itaipuaçu

16h30 às 18h – DJ Samba Funk
18h30 às 20h – Big James & Simi Brothers (USA)

 

Notícias Relacionadas