Finalizada no último dia de 2018, Intervenção Federal vai entregar equipamentos para segurança no Rio

Foto: Divulgação / Gabinete de Intervenção Federal

Foto: Divulgação / Gabinete de Intervenção Federal

Apesar da intervenção federal militar ter se encerrado no último dia de 2018 (31/12), parte dos equipamentos adquiridos pelo gabinete que gestou a operação serão entregues equipamentos para reforçar a segurança pública em todo o estado. As polícias Civil e Militar, a Secretaria de Administração Penitenciária e o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro serão os órgãos beneficiados.

 Até o fim de maio, o Gabinete adquiriu R$ 381 milhões em equipamentos. O Gabinete de Intervenção Federal ainda não entregou parte dos que foi adquirido por meio de licitação pública, de um total de R$ 1,2 bilhão liberados pela União.

A maior parte das entregas deverá ocorrer no segundo semestre de 2019, e o trabalho será concluído em janeiro de 2021, quando a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros receberão três helicópteros – dois para a Polícia Civil e um para os bombeiros.

A Polícia Militar terá, ao todo, 1.659 novas viaturas para serem empregadas no patrulhamento ostensivo e repressivo do estado, além de 15 mil pistolas Glock, feitas de fibra de carbono e de grande precisão.

A Polícia Civil vai receber 1.233 novos automóveis que serão usados nas investigações, além de 9.360 pistolas Glock. A Secretaria de Administração Penitenciária terá 3 mil pistolas automáticas para uso dos agentes de segurança, responsáveis por presídios e penitenciárias do estado, além do transporte de presos para audiências na Justiça.

As forças de segurança estaduais serão contempladas também com 500 fuzis automáticos, 292 espingardas calibre 12, oito submetralhadoras, 16.178 coletes balísticos e mais de 1,1 milhão de munições, além de 680 motocicletas

A perícia técnica da Polícia Civil também será reaparelhada. Vai receber um analisador genético, um identificador biométrico, um cromatógrafo, 22 espectômetros, além de 50 maletas de perícia, entre outros itens.

*com informações da Agência Brasil

Notícias Relacionadas