Frota do Vermelhinho será substituída

Errejota Notícias
Errejota Notícias

A assinatura do memorando de entendimento entre a Prefeitura de Maricá e a Fundação de Coordenação de Projetos, Pesquisas e Estudos Tecnológicos (Coppetec/UFRJ), prevê a utilização e o desenvolvimento de ônibus de energia limpa (a base de hidrogênio) pela Empresa Pública de Transportes (EPT) e o desenvolvimento industrial de tecnologias sustentáveis na cidade.

De acordo com o prefeito Fabiano Horta, Maricá será parceiro de um conjunto de políticas que os recursos dos royalties do petróleo possibilitam alocar na cidade.

“Poderemos contribuir com a ciência e pesquisa nacional, trazer todo um legado para buscar sinergia para construção de coisas concretas. É o primeiro passo para um mundo com uma nova matriz ambientalmente mais saudável”, declarou o prefeito.

A primeira intenção deste acordo, segundo o secretário de Indústria e Portuária de Maricá, Igor Sardinha, é que gradativamente os coletivos do Vermelhinho, que hoje são movidos a Diesel, sejam substituídos por veículos híbridos, possibilitando uma frota mais limpa e sustentável. Além disso, segundo o secretário, o acordo pode possibilitar em outros ganhos para o município.

“Estamos iniciando uma transição. Ano após ano vamos renovar a frota até que ela esteja limpa e sustentável. Queremos também trazer para Maricá todo o arranjo produtivo que envolve este processo. Poderemos assim gerar emprego e renda. Além disso, utilizar a cooperação com ciência e tecnologia para qualificar nossa mão de obra”, disse Igor.

Outra questão abordada foi o ciclo do petróleo em Maricá. Para o secretário, a cidade precisa pensar no pós-petróleo.

“Hoje temos o petróleo e a renda dele, vamos usar. Mas, é preciso estar atendo a um detalhe, um dia isso acaba. Vamos nos perguntar: Como viverá Maricá? Como e onde trabalharão os maricaenses? Essa assinatura possibilita pensarmos em situações como esta e preparar a cidade para este período”, falou.   

Notícias Relacionadas