Gestantes conhecem serviços da maternidade do hospital Conde Modesto

Um dia diferente para 16 gestantes no Hospital Conde Modesto Leal que participaram de uma visita guiada à maternidade da unidade nesta sexta-feira (22/09). A iniciativa faz parte do programa de humanização do atendimento no local.

O encontro também contou com visita à sala onde acontece o primeiro atendimento no momento da internação e café da manhã, onde as grávidas conheceram alguns médicos que trabalham na unidade. Todas receberam um kit com importantes itens para o enxoval de seus bebês e foram acompanhadas da Secretária de Saúde, Simone Costa Silva, da coordenadora médica da maternidade, Dra. Cláudia Souza, da primeira dama Rosana Horta, representantes dos setores de psicologia e humanização e enfermeiras.

“Esse trabalho foi iniciado pela equipe da atenção básica nas unidades Estratégicas de Saúde da Família (ESF) e com isso, vamos trabalhar a parte humanitária que é mostrar o que elas podem esperar da maternidade, como vão ser acolhidas e como é a dor do parto”, disse Simone Costa.

O conhecimento da rotina da unidade e dos profissionais oferecido para todas as gestantes a partir de agora é o que destaca a coordenadora da maternidade. “Queremos dar acolhimento e tranquilidade para que no momento do parto elas sejam recebidas nesse ambiente familiar por profissionais que já conhecem, além de incentivá-las para que façam o pré-natal corretamente”, ressaltou Cláudia.

Mileide Oliveira, 33 anos, está no 8º mês de gravidez e é moradora do Boqueirão. “Isso é bom para eu ter confiança no hospital, porque a gente ouve tanta coisa, então eu acho muito bom poder conhecer, saber como anda, como é a maternidade”, finalizou.

A primeira dama Rosana Horta concordou com gestante. “Eu achei maravilhoso esse projeto. Permitir que a grávida conheça a maternidade e tenha essa segurança é muito bom pra ela, porque toda grávida fica insegura, então tem que ter uma atenção especial”, concluiu Rosana Horta.

Para Patrícia dos Santos Ribeiro, 28, que reside no bairro do Retiro e está no sexto mês de gestação, a ação incentiva e ensina muito. “Eu gosto do projeto, na gravidez da minha primeira filha também fiz parte desse grupo de gestante e posso dizer que aprendi muito aqui”, contou.

No 4º mês de gestação, Dila Carolina, 27, moradora da Barra foi além: “A gestação em si é uma mudança total na vida da mulher, não só física, como mental e espiritualmente. Então, conhecer a maternidade em si é importante porque é lá que você vai sentir o conforto de um ambiente diferente onde você inicia o primeiro dia com seu bebê”, completou.

Notícias Relacionadas