Heróico, Maricá FC conquista primeiro título profissional da história do clube

“Foi bonito, foi / Foi intenso, foi verdadeiro…”; tais versos podem caracterizar muito bem a conquista da Taça Corcovado pelo Maricá FC. O time maricaense venceu o Nova Iguaçu na tarde desta quarta-feira (02) por 4×3 nos pênaltis, após empate em 0x0 no tempo regulamentar. O troféu, que é o primeiro título profissional da história do clube, manteve acesa a chama da possibilidade de acesso à primeira divisão do Campeonato Carioca.

Antes da partida, uma bomba caiu sobre o Maricá FC. 20 profissionais, entre jogadores e profissionais do staff do time, testaram positivo para Covid-19. Dois titulares acabaram ficando de fora da partida, bem como o técnico Marcus Alexandre. A equipe maricaense, além dos 11 iniciais que entraram em campo, tinha apenas quatro jogadores no banco de reservas.

A partida foi disputada, aguerrida, muito difícil para ambos os lados. No primeiro tempo, o time da Baixada Fluminense chegava com mais perigo à meta defendida por Julio, mas pecava nas finalizações. O Maricá também teve grandes jogadas, mas pecava no último passe e não conseguiu dar sustos na defesa do time iguaçuano.

Na segunda etapa, ambas as equipes mostraram mais cansaço, mas o Nova Iguaçu acabou levando a melhor no confronto físico pois tinha peças de reposição no banco de reservas. Ainda assim, o Maricá mostrou garra, mostrou raça, mostrou sangue frio e conseguiu segurar o placar zerado até o apito final.

Na disputa de pênaltis, Paulo Henrique, Dreivison, Guilherme e Badola converteram suas cobranças. O zagueiro do Nova Iguaçu Raphael Neuhaus perdeu a sua cobrança e o goleiro do Maricá Julio “Neuer” defendeu a cobrança do Marquinhos e sacramentou o título do Maricá.

Assista a partida na íntegra:

Notícias Relacionadas