Hospital de Campanha de São Gonçalo será entregue na quinta-feira

O Hospital de Campanha de São Gonçalo será entregue na quinta-feira (21). Segundo o Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (Iabas) o atraso ocorreu por conta problemas de liberação de acesso ao local destinado à unidade e que teve que pavimentar o acesso, trabalho não previsto no contrato. O local da obra também foi atingido por fortes chuvas e tiroteios que atrasaram a execução. Vale lembrar que neste período tivemos apenas um dia de chuva. Ao todo, o atraso foi de 23 dias.

Segundo o Iabas, o atraso na entrega dos hospitais foi “por motivos alheios à vontade” do instituto e que o trabalho vem sendo feito “de forma consistente” para evitar novos adiamentos e garantir que vidas sejam salvas.

“Os problemas de entrega foram ocasionados por diversos problemas, como dificuldades burocráticas, legais e jurídicas; obras não prevista originalmente; dificuldade na contratação de pessoal; precariedade de acesso para os locais escolhidos; violência nas vias de acesso; e mudanças pontuais no plano técnico dos leitos por parte da Secretaria de Estado de Saúde”, disse o Iabas em nota.

O instituto alega também que o atraso no pagamento de uma parcela pela SES fez com que a entrega de respiradores comprados da China prevista para o dia 10 fosse adiada para o dia 23. O Iabas disse que manteve a SES informada de todas as intercorrências.

Estrutura do hospital de São Gonçalo

De acordo com o Iabas, a unidade, localizada no Clube Mauá, deve operar até 200 leitos reservados para pacientes da Covid-19, dos quais 40 serão de terapia intensiva. Os leitos serão regulados, ou seja, não atenderão com recepção e apenas recebem pacientes transferidos.

Casos na cidade

De acordo com o último boletim divulgado pela secretaria de Saúde, a cidade de São Gonçalo registrou mais seis óbitos em decorrência do novo Coronavírus (Covid-19), na segunda-feira (18), chegando a 90 no total.

Ao todo, São Gonçalo contabiliza 5601 casos suspeitos, 548 confirmados, 560 descartados, 103 curados, 90 óbitos confirmados e 39 óbitos em investigação.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.