Rio de Janeiro,

segunda-feira, agosto 2, 2021
spot_img

Leia a nossa última edição #39

Impeachment: depoimento de Witzel é suspenso pelo STF

Mais lidas

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes aceitou o pedido da defesa do governador afastado Wilson Witzel (PSC) e suspendeu o depoimento do ex-juiz que estava marcado para a próxima segunda-feira (28). O depoimento seria colhido no bojo do processo de impeachment que corre na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Para o ministro da suprema corte, os advogados do governador afastado devem ter acesso antecipado ao processo antes do depoimento, que também deverá ocorrer somente após a oitava do ex-secretário de Saúde Edmar Santos, um dos delatores do suposto esquema de corrupção.

“Determino que o interrogatório somente poderá ser realizado após a defesa ter acesso a todos os documentos remetidos pelo Superior Tribunal de Justiça, com prazo mínimo de cinco dias entre o acesso integral e o ato processual, bem como após a complementação da oitiva da testemunha Edmar José Alves dos Santos”, afirmou o ministro na decisão proferida.

Wilson Witzel está afastado do cargo de Governador do Estado do Rio de Janeiro desde agosto, após decisão do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) no âmbito da Operação Tris in Idem. No processo de impeachment que corre no Legislativo Fluminense, Witzel teve duas derrotas simbólicas, por unanimidade (69 x 0).

Witzel nega o envolvimento em atos de corrupção.

spot_img

Últimas noticias