Inocentes de Maricá e Rota Gastronômica: parceria que deu samba

23 de abril. Dia de São Jorge Guerreiro. E se engana quem pensa que a Escola de Samba Inocentes de Maricá não vai fazer uma grande festa com feijoada. E tudo com a maior segurança. Uma grande live com venda da famosa “feijuca” via delivery está sendo desenhada para comemorar o dia.

E para a feijoada, uma grande parceria: a Rota Maricá – Gastronomia e Hotelaria. Uma parceria que deu samba. “Para nós, do setor cultural, a saída durante a pandemia são as lives. Já fizemos a primeira Live Solidária da Inocentes e deu muito certo. E agora estamos estreitando essa parceria com a Rota Gastronômica para proporcionar aos amantes e devotos do santo mais querido do Rio de Janeiro uma deliciosa e tradicional feijoada”, contou o presidente da Inocentes de Maricá, Alexandre Oliveira.

Para concretizar a parceria, Alexandre Oliveira presenteou o presidente da Rota Maricá, Marcelo Perrone, o vice-presidente, Alexandre Pietrobom (foto), e a diretora de Projetos, Rô Lobato, com camisas especiais da 1° Live Solidária.

“Está todo mundo muito animado com essa parceria porque são coisas que o pessoal da Rota quer fazer. Queremos trazer entretenimento para os moradores de Maricá. Queremos ter um calendário e que se torne um entretenimento e que o maricaense possa ter opções de lazer com a família”, contou o presidente da Rota, Marcelo Perrone.

Uma grande programação envolvendo escolas do grupo especial do Carnaval carioca está sendo montada. Por enquanto, ela ainda é segredo, mas em breve será divulgada e vai chamar a atenção de toda a comunidade carnavalesca.

De acordo com Alexandre, a programação está sendo pensada para atender o fomento local, o público devoto de São Jorge e o amante do samba. “Tivemos a preocupação de montar uma programação de qualidade histórica e cultural. Nessa parceria com a Rota, podemos fomentar o comércio local neste momento difícil de pandemia, melhorando a arrecadação e gerando oportunidade de negócios”, pontua.

“É, também, uma alternativa para o grande público devoto do Santo Guerreiro ficar em casa, sem aglomerar. É, dessa forma, que a gente leva alegria aos lares das famílias maricaenses”, concluiu Alexandre.

Alexandre Oliveira, presidente da Inocentes de Maricá, e Rô Lobato, diretora de Projetos da Rota Maricá

Notícias Relacionadas