Itaboraí: Deck do Parque Paleontológico de São José será revitalizado

Interditado desde o início de abril por causa de um foco de incêndio, o deck de visitação localizado no interior do Parque Natural Municipal Paleontológico de São José, no distrito de Cabuçu, será revitalizado. O anúncio foi feito na terça-feira (27), durante a visita da primeira-dama do município Pâmela Delaroli ao sítio arqueológico, que foi acompanhada pelos secretários municipais de Meio Ambiente e Urbanismo, de Cultura e de  Agricultura.

Segundo a secretária municipal de Meio Ambiente e Urbanismo, Sheila Rodrigues, foi realizado um levantamento do material necessário para a revitalização do deck e a previsão é começar a reforma nos próximos 40 dias. Além disso, a chefe da pasta destacou que pretende tirar do papel ainda este ano o plano de manejo do sítio arqueológico, cujo termo de execução foi assinado por intermédio da Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (SEAS).

“É muito importante valorizar os equipamentos históricos e ambientais que temos em Itaboraí. Precisamos fazer com que os munícipes entendam que temos um parque de dimensão mundial dentro do município. Com a revitalização, esperamos que as pessoas possam passar a frequentar o local para atividades de lazer e que possam entender um pouco da geologia e da paleontologia”, afirmou a secretária.

A visita foi guiada pelo gestor do parque, o biólogo Luis Otávio Castro, que apresentou todo o sítio arqueológico, reconhecido internacionalmente pela relevância científica. Acompanhada também dos secretários Abílio Pereira (Agricultura) e Roberto Costa (Cultura), a primeira-dama do município fez a pequena trilha de acesso ao lago e percorreu instalações, como os laboratórios de pesquisa e os galpões que abrigam os acervos científicos.

“Itaboraí já tem a honra de ter todo o patrimônio histórico que envolve o parque. A revitalização desse espaço será importante para valorizar essa história e passar o ensinamento para as futuras gerações. O parque tem grande potencial para voltar a receber passeios escolares, famílias e turistas de outros municípios”, destacou Pâmela Delaroli.

O plano de revitalização está sendo desenvolvido em uma ação integrada entre as secretarias de Meio Ambiente e Urbanismo; Agricultura; Turismo e Cultura. Em janeiro, a equipe técnica vistoriou as instalações do sítio arqueológico para levantar as principais demandas necessárias para o retorno das visitações. O planejamento da Prefeitura é criar um cronograma de ações para formalizar os projetos, implementar parcerias e, assim, desenvolver a reforma.

Notícias Relacionadas