spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #72

spot_img
spot_imgspot_img

Janeiro Branco: por uma Psicologia Antirracista

spot_imgspot_img

Mais lidas

O Centro Gestalt-Terapia Sandra Salomão irá lançar cursos antirracistas para psicólogos, psiquiatras, psicoterapeutas e estudantes destas áreas para atender pessoas pretas. A ideia surgiu através do “Projeto Roberta Massot: por uma reparação histórica”, anunciado recentemente, no mês da consciência negra. A proposta das psicólogas Roberta Massot e Sandra Salomão é preparar profissionais para dar o devido acolhimento à pessoas negras, vítimas do racismo.

A nova “especialização” oferecida prioritariamente para profissionais brancos tem como missão fazer com que se aprenda a olhar o outro não apenas pela superfície, mas também no que está em suas profundezas. “Não dá mais para não tratar do assunto por achar que é um exagero, ou excesso de vitimização”, enfatizou Massot.

E o calendário das cores começa com Janeiro Branco. Mês em que psicólogos de todo o mundo têm em pauta as abordagens voltadas para a saúde mental. Traumas não curados arrastam consequências para uma vida inteira o que pode deixar complexos, dores e até a mudança de comportamentos. O racismo é um deles e embora antigo, nunca sai de pauta. Como diz o atual Ministro da Justiça, Sílvio de Almeida, o problema é estrutural e está enraizado na sociedade e precisa ser combatido através de políticas públicas.

Foto de Divulgação

Negra, psicóloga e militante das causas antirracistas, Roberta Massot, idealizadora do projeto defende a ideia de que é preciso implementar práticas antirracistas mais efetivas. “Nós queremos dar mais oportunidade de estudo e trabalho aos negros dentro da Psicologia, principalmente dentro da Gestalt-terapia. A psicologia ainda é branca em sua maioria. Existem poucos negros atuando na área, o que muitas vezes dificulta o atendimento de quem está do outro lado e precisa ser acolhido de igual para igual”, explica Roberta ao garantir que a ideia vai além de “curar os traumas” de quem sofre o racismo, mas especialmente de incluir e capacitar mais pretos especializados na Psicologia e no ambiente Gestáltico.

O curso de capacitação chancelado pelo CgT em parceria com o grupo “Encontro de Manas Psi”, será ministrado pelas psicólogas responsáveis Daiane de Souza Mello e novamente Roberta Massot. As aulas serão online e terão início em março de 2023. Para elas, um grito de basta e a busca por espaços mais igualitários, visto que grande parte da psicologia ainda é formada por pessoas brancas.

“É o mínimo que devemos começar a fazer ao falarmos de uma reparação histórica. A “pretitude precisa ser pensada dentro da psicologia”, definiu Sandra Salomão, psicóloga diretora do CgT e professora da PUC.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img