Leia a nossa última edição #73

spot_img
spot_imgspot_img

Jardim Atlântico, em Itaipuaçu, possui o m² mais caro de Maricá

spot_imgspot_img

Mais lidas

Um levantamento feito pelo Sindicato da Habitação (Secovi Rio), a pedido do ErreJota Notícias, em relação ao valor do metro quadrado (m²) na cidade de Maricá, mostrou que o bairro do Jardim Atlântico é a região mais cara da cidade. Já o bairro de Cordeirinho foi a localidade que teve seu m² mais valorizado. O estudo levou em consideração dados referentes aos meses de dezembro de 2019 e o mesmo período de 2020.

Segundo o Secovi, os três bairros com as maiores valorizações foram: Cordeirinho (9,5%), passando de R$ 2.878 para R$ 3.150; Itapeba (8,5%), passando de R$ 2.829 para R$ 3.069 e Jardim Atlântico (6,7%), passando de R$ 3.350 para R$ 3.574. O mesmo estudo aponta que o bairro do Flamengo fez um movimento contrário, apresentando desvalorização no m² de 3,9%, passando de R$ 3.196 para R$ 3.071.

Ainda de acordo com o levantamento, as regiões mais caras da cidade são: Jardim Atlântico com preço do m² de R$ 3.574; Centro com preço do m² de R$ 3.465 e Ponta Grossa com o m² custando R$ 3.216.

Veja o estudo encomendado pelo Errejota Notícias

Valor e variação do m² 
MARICÁ
dez/19 dez/20 Var. (%)
Centro R$ 3.364 R$ 3.465 3,0%
Cordeirinho R$ 2.878 R$ 3.150 9,5%
Flamengo R$ 3.196 R$ 3.071 -3,9%
Inoã R$ 2.990 R$ 3.150 5,4%
Itapeba R$ 2.829 R$ 3.069 8,5%
Jd. Atlântico R$ 3.350 R$ 3.574 6,7%
Ponta Grossa R$ 3.075 R$ 3.216 4,6%

 

 

 

 

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img