spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #72

spot_img
spot_imgspot_img

Jovem niteroiense faz sucesso nas redes sociais com efeitos especiais e vai para Dubai

spot_imgspot_img

Mais lidas

O artista niteroiense Leonardo, também conhecido como Latini Alonso, vem chamando atenção nas redes sociais com seus vídeos com efeitos especiais e recebeu um convite para gravar em Dubai.

O jovem de 22 anos ganhou muita visibilidade ao produzir vídeos que subvertem o modo de enxergar o mundo ao seu redor. Entre atravessar paredes, transformações e loopings infinitos, o niteroiense conseguiu números tão expressivos que começou a ser notado pelos principais nomes de criadores desse tipo de conteúdo a nível nacional e internacional.

“Vou ter uma grande oportunidade junto com outros influenciadores gigantes do Brasil. Vamos para Dubai para produzir conteúdo. Eu, especialmente, vou produzir todo o conteúdo cinematográfico e fazer os vídeos criativos, como eu sempre faço. Vamos aos pontos mais turísticos do país. Entramos em contato também com os maiores influenciadores dos Emirados Árabes para gravamos juntos.”

O sucesso de Leonardo começou durante o início da pandemia causada pelo novo coronavírus. Por causa do período de quarentena e com regras rígidas na cidade, Latini começou a gravar conteúdos em sua própria residência. Os números dos vídeos mais estourados no Instagram foram: 17.317.591 visualizações – publicado no dia 23/07/2020. O segundo, publicado no dia 13/09/2020, atingiu 14.703.402 visualizações. O terceiro, com 961.086 visualizações, foi publicado no dia 08/08/2020. Hoje, esses conteúdos já ultrapassaram mais de 40 milhões de visualizações somado essa rede social e também o TikTok. O artista, nesse período, também teve um ganho em cada rede social de mais de 40 mil seguidores de forma orgânica.

Latini começou a editar vídeos desde os 11 anos e sempre percebeu que tinha um talento para o conteúdo audiovisual. Durante o período de maior isolamento social, ele concluiu sua formação em Publicidade e Propaganda pela ESPM-RJ (Escola Superior de Propaganda e Marketing). Contudo, ele atuou na área de uma forma que sempre buscou aprimorar suas habilidades além da parte teórica. E essa formação acadêmica foi pensada exatamente para ser um instrumento poderoso na sua carreira dentro do ramo em que está seguindo.

“Eu decidi fazer publicidade e marketing pois sentia que no mercado de criadores de conteúdos, as pessoas tinham muitas técnicas e muita criatividade, mas não tinham visão de mercado. Os que mais se destacavam, tinham essa visão. Então fui para esse meio buscando isso. Queria ter uma visão comercial maior aliando com um estudo por conta própria dos meios artísticos e das técnicas para produzir o meu conteúdo.”

Em seu curto, mas prestigiado currículo, estão trabalhados realizados para grandes marcas como Reserva, Vivo, Webmotors, Decathlon, Pizza Hut, Rappi e Xiaomi, além de gravar um documentário de um mês nos Estados Unidos com o lutador Lyoto Machida, ex-campeão da categoria meio pesado do UFC. O artista, com sua experiência, desenvolvimento profissional e dedicação à área, está conseguindo fazer o seu nome no ramo e garantindo o crescimento da empresa/projeto em que colocar as mãos. 

“Felizmente, hoje em dia, eu não tenho como ir atrás das marcas. O meu fluxo de trabalho está muito grande e se eu fosse trabalhar em captação, eu não teria muito tempo para entregar o que eu preciso. E sou muito grato por isso. A prospecção que eu faço é postar no meu Instagram os vídeos que eu mesmo crio, de forma autoral. E esses vídeos trazem as marcas. Também faço promoção de postagens para atingir os líderes e equipes de marketing de outras empresas.”

“O mais interessante é que ela (as marcas)s confiam plenamente na minha capacidade criativa. As empresas vêm até mim com um uma idéia e a execução (como fazer, os efeitos, a forma de gravação), é 100% eu que penso e executo. Quando alguém vem com um exemplo, geralmente é um vídeo meu. E isso é muito bacana, pois isso mostra que eu atingi um nível de identidade na produção do meu conteúdo que eu não necessito buscar uma referência. Eles pedem,  geralmente, para eu fazer só o que eu faço normalmente e vem dando ótimos resultados.”

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img