Manifestantes fecham RJ-106 pedindo implantação de passarela

Foto: Araújo José

Foto: Araújo José

Cerca de 50 pessoas fizeram uma manifestação no início da noite desta terça-feira (10/04), na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), altura de Inoã. O objetivo foi pedir, urgentemente, a implantação de uma passarela na altura do km 17. No último final de semana, uma adolescente grávida morreu atropelada por um veículo quando tentava atravessar a via. O bebê faleceu horas depois.

A manifestação contou com a presença de policiais do Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRv). Houve grande engarrafamento na via, sentido Maricá. O trânsito ficou complicado também no sentido Niterói. Com cartazes, familiares e amigos da adolescente pediram providências rápidas.

O Secretário de Segurança, Trânsito e Ordem Pública, Celso Netto, esteve no local e conversou com manifestantes. O secretário colocou a prefeitura à disposição dos moradores para reivindicar a construção da passarela junto ao DER. Netto adiantou que o prefeito Fabiano Horta já teria assumido a construção das passarelas após a liberação do Estado.

O vereador Tatai do Sacolão (PTB) também acompanhou a movimentação dos moradores e cobrou do Estado alguma atitude que diminua os risco na rodovia.

Diariamente, há registros de ocorrências de acidentes na rodovia, que é de responsabilidade do Governo do Estado. Nos mais de 20 quilômetros que cortam o município, existem apenas quatro passarelas e uma passagem subterrânea. 

Fotos: Araújo José

Notícias Relacionadas