Maricá: Prefeitura altera horário do expediente e toma medidas para conter Coronavírus

A Prefeitura de Maricá divulgou, no início da noite desta segunda-feira (16), que o horário de expediente da administração municipal sofrerá alteração. Além disso, a vacinação contra o vírus influenza (H1N1), prevista para maio, será antecipada e começará já na semana que vem. As medidas são para conter o avanço do novo Coronavírus no Estado do Rio.

De acordo com o documento, o novo horário de funcionamento passa a ser das 10h às 18h – antes era das 08h às 17h. O objetivo é diluir o movimento nos ônibus que circulam na cidade, reduzindo assim a propagação do vírus.

Além destas duas medidas, outras foram anunciadas. São elas:

* Servidores públicos que têm mais de 60 anos ou são portadores de doenças que reduzem a imunidade trabalharão em casa ou, caso não seja possível, ficarão em quarentena domiciliar. Todas as repartições públicas funcionarão em esquema de revezamento semanal de pessoal, por prazo indeterminado;

* O atendimento aos aprovados no último concurso da Educação, que aconteceria a partir da próxima quinta-feira (19/03), foi adiado – uma nova data para a convocação será marcada;

* No turismo, está suspensa a autorização para entrada de ônibus de excursão na cidade;

* Quaisquer serviços de saúde bucal que não sejam de urgência ou de emergência serão suspensos, para evitar justamente as aglomerações, que aumentam o risco de contágio pelo coronavírus;

* Prédios públicos terão contenção de entrada de pessoas e restrição de serviços, sempre visando evitar a aglomeração de pessoas. A prefeitura orienta a população a não procurar os postos do Serviços Integrados Municipal (SIM) – o atendimento será concentrado no portal do SIM (www.sim.marica.rj.gov.br) , que já está no ar;

* Os ônibus tarifa zero (vermelhinhos) circularão com janelas abertas e ar- condicionado desligado, e os veículos terão a higienização reforçada. Equipes de agentes de saúde e de representantes dos Comitês de Defesa dos Bairros (CDB) foram treinadas e devem começar nesta terça-feira (17/03) uma campanha de esclarecimento dos passageiros dentro dos veículos.

A prefeitura ressalta que as unidades de saúde só devem ser procuradas nos casos de real necessidade, com sintomas como febre, tosse e principalmente dificuldade para respirar.

O Hospital Municipal Conde Modesto Leal, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e a Unidade de Emergência Santa Rita já sofreram adaptações para receber os casos suspeitos de contaminação pelo Covid-19, incluindo a separação de áreas específicas para atendimento e a capacitação dos profissionais de saúde.

 

Notícias Relacionadas