Rio de Janeiro,

terça-feira, setembro 28, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #40

Maricá amplia Base Descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU)

Mais lidas

Foi reinaugurada nesta quinta-feira (15) a Base Descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Maricá, do Centro. O local passou por reformas e ganhou ampliação para expandir os serviços à população, além de acomodar melhor as equipes nos trabalhos de educação permanente e continuada.

O espaço, antes com aproximadamente 73 m² de área construída, passou por reformas nos dois dormitórios, três banheiros, sala da administração, farmácia e copa. Mais 92 m² foram construídos para abrigar um arquivo de 46 m² no segundo pavimento e o primeiro pavimento com o mesmo tamanho, acomodando sala da coordenação, sala de estudos e capacitação, expurgo e três depósitos (materiais, higienização e cilindros). A base fica no Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro.

O vice-prefeito, Diego Zeidan ressaltou sobre a qualidade do serviço oferecido a população da cidade.

“Mais um equipamento público inaugurado hoje, ampliamos o equipamento e agora a SAMU poderá atender com melhor qualidade a população. Um benefício para cidade e todos os maricaenses”, disse o vice-prefeito, Diego Zeidan.

A secretária de saúde, Simone Costa, salientou que a obra da base do Centro é mais uma conquista para a população e profissionais.

“Isso aqui é tudo novo, tudo novo, se passar por reformas, toda vez será uma inauguração nova, pois isso aqui faz viver, faz a diferença entre a vida e a morte e essa equipe, são os anjos azuis. A gente luta sempre para que o tempo resposta seja o menor possível. Quando começou o SAMU ninguém sabia o que era, Maricá foi o primeiro SAMU da metropolitana II, sempre tivemos orgulho dessa base pela parte humana que ela tinha, mas não tinhamos a estrutura física e hoje temos, com estrutura para essa equipe”, avalia a secretária de Saúde de Maricá, Simone Costa.

Profissionais comemoraram as mudanças. Foto: ErreJota Notícias

O aumento no número de ocorrências na cidade fez com que houvesse a necessidade de ampliação, de acordo com o presidente da Câmara de Vereadores de Maricá, Aldair de Linda.

“A questão da ampliação da SAMU é pelo número de ocorrências que a cidade de Maricá vem tendo, com os números conseguimos identificar a necessidade da ampliação, principalmente para o profissional que nela atua. Esse mês de 383 ocorrências, da mais de 10 ocorrências por dia, agora irá melhorar ainda mais o atendimento na cidade de Maricá.

O coordenador da base Leonardo Ribeiro da Silva, que há 13 anos faz parte do SAMU, comemorou e destacou que essa é mais uma vitória para os profissionais atuantes e, principalmente, para a população que conta tanto com os serviços.

“Ano passado inauguramos uma base descentralizada no bairro de Itaipuaçu. Foi uma grande vitória porque ajudou muito a atuação do SAMU, já que a demanda estava grande e hoje as ocorrências têm o tempo resposta mais rápido”, explicou o coordenador administrativo.

spot_img
spot_img

Últimas noticias