Maricá: Colégio particular no Centro será municipalizado

Foto: Lucas Nunes

O Colégio Cenecista de Maricá será municipalizado, segundo ofício circular assinado pela secretária Executiva da Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC), Gerfânia Damasceno. A informação foi confirmada pela secretária de Educação de Maricá, Adriana Costa, ao ErreJota Notícias. No início da noite desta quarta (29), a Prefeitura de Maricá divulgou mais informações sobre a municipalização.

O comunicado divulgado pelas redes sociais e pendurado na porta do colégio diz que, a partir do ano letivo de 2020, o colégio passará a integrar a rede pública municipal de educação. “A CNEC tem como Missão o desenvolvimento de conhecimento para a vida e entende que as Políticas Públicas Educacionais do Município de Maricá, no contexto dos programas que visam a oferta de educação integral, coadunam com a visão de futuro e perenizam os valores comunitários que defende, em respeito ao legado de seu Fundador, o Professor Felipe Tiago Gomes”, diz o ofício circular n° 17/2020, endereçado à pais, responsáveis, alunos e colaboradores da unidade de ensino.

Segundo o documento, os alunos serão acolhidos pela rede pública municipal, “especialmente no equipamento escolar que será instalado no prédio em que hoje funciona o Colégio Cenecista de Maricá”. A CNEC também se colocou à disposição para apoiar os pais na busca de vagas em outras escolas privadas do município. “Ofertaremos para esses estudantes vagas para os anos de escolaridade que não forem mais oferecidos lá, remanejando-os para o Joana Benedicta Rangel ou para o Carlos Magno Legentil de Mattos, ambos no Centro”, afirmou Adriana Costa, secretária de Educação de Maricá.

“A aquisição do Cenecista pela Prefeitura é importante primeiramente porque é uma escola que tem história na cidade, então estamos preservando a história do Cenecista e dos seus alunos e, além disso, poderemos propiciar aos nossos estudantes da rede municipal mais um espaço de educação. Inclusive, esse vai oferecer educação infantil que é uma demanda antiga da população do Centro”, disse a secretária municipal.

De acordo com a secretária Adriana, a opção de paralisação de operações foi do próprio colégio. “O Cenecista decidiu deixar de ofertar o ensino em Maricá e nos procurou para saber se havia interesse da gestão pública municipal em utilizar o seu espaço físico, interesse que logo foi confirmado pela prefeitura. Estamos efetuando todos os procedimentos necessários para realizar um processo de desapropriação e aquisição do prédio”, informou. A aquisição é somente das instalações, ou seja, a prefeitura não absorverá os atuais funcionários e professores da instituição.

“Não temos o compromisso de ficar com os funcionários, mas faremos um levantamento e avaliaremos se há oportunidades. Sobre os professores é importante frisar que o município só contrata através de concurso público e de contrato temporário e que atualmente estamos chamando os concursados”, destacou Adriana.

Uma reunião para esclarecimento de pais, responsáveis, alunos e colaboradores foi marcada para a próxima sexta-feira (31) às 13h.

UNICNEC – Na unidade do Colégio Cenecista Maricá também funciona um polo de ensino de educação à distância da UNICNEC. Também em um ofício circular, a secretária Executiva da CNEC Gerfânia Damasceno anunciou a municipalização do colégio, convocou uma reunião com alunos do polo também para a sexta-feira (31), a partir das 17h30.

No mesmo documento, Gerfânia comunica que a CNEC continuará ofertando cursos de graduação e pós-graduação na modalidade EAD na cidade e que as matrículas de todos os alunos do ensino superior da rede em Maricá serão mantidas.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.