Rio de Janeiro,

quinta-feira, junho 30, 2022
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #49

Maricá e Niterói com risco muito baixo para Covid-19

Mais lidas

A Região Metropolitana II, da qual fazem parte as cidades de Maricá e Niterói, está pela sexta semana consecutiva com risco muito baixo para a Covid-19. O Mapa de Risco da Covid-19 divulgado nesta sexta (08) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) aponta que o Estado do Rio de Janeiro também está em “bandeira verde”.

“Seguimos com cenário em queda sustentada para covid-19 no estado. Todas as regiões estão com risco baixo ou muito baixo para a transmissão da doença. No entanto, mesmo com esse cenário, é importante que as pessoas não esqueçam a vacinação e retornem aos postos de saúde para completar o esquema vacinal”, analisou o secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe.

No período analisado, em todo o estado, o número de internações caiu 55%, passando de 88 internações na semana 11, para 40, na semana 13. Os óbitos tiveram redução de 50%, passando de 44 óbitos, na mesma semana.

Os indicadores apontaram que, no período de 29/03 a 04/04, a taxa de positividade para SARS-CoV-2 em testes RT-PCR foi de 2%. Nesta quinta-feira (7), a taxa de ocupação de leitos para covid-19 estava em 22,3% para UTI e 15,5% para enfermaria.

A média móvel de atendimentos de síndrome gripal em Unidades de Pronto Atendimento (UPA) no período de 30/03 a 05/04 foi de 339 casos diários. O dado corresponde a uma queda de 9,52% nos atendimentos nos últimos 14 dias.

A média de solicitações de internação no período de 29/03 a 04/04 foi de oito pedidos, o que indica uma queda de 14% de solicitações. Já a média da fila de espera para internação no período de 29/03 a 04/04 foi de quatro pessoas, indicando uma queda de 16% nos últimos 14 dias.

As regiões da Baía de Ilha Grande, Centro Sul, Metropolitana I e Norte também estão em bandeira verde (risco muito baixo). Já as regiões da Baixada Litorânea, Médio Paraíba, Noroeste e Serrana permaneceram com bandeira amarela (risco baixo).

*com informações da Agência Brasil

spot_img
spot_img

Últimas noticias