Maricá inaugura nova Central de Regulação

Errejota Notícias

Errejota Notícias

Foi inaugurada na tarde desta terça-feira, a nova central de regulação. O serviço que antes era realizado no Hospital Municipal Conde Modesto Leal, passa a ter sede própria e ampliada. A nova central possui um sistema que monitora a disponibilidade de vagas em atendimento especializado tornando mais ágil a marcação de consultas e exames. Além disso, irá proporcionar a redução do número de faltas nos agendamentos.

A fila e a demanda de consultas e exames que antes era grande e reprimida, com a regulação passou a ser organizada, o que proporcionou mais agilidade e redução no atendimento.

“Quando começamos a regulação aqui em Maricá, há três meses, não sabíamos qual era nossa demanda reprimida. Me deixou muito impactada a quantidade de pessoas na fila para fazer um exame de ressonância, em torno de 2.100 pessoas, hoje temos 700. Com a central de regulação passamos a entender a demanda e organizar o serviço, sabendo onde temos que atacar para agilizar os exames, o que nos permite acabar com as filas de esperas. As pessoas não podem esperar muito tempo para fazer um exame”, disse a coordenadora da central de regulação, Tereza Cristina.

Na central de regulação chegarão todos os exames e consultas que serão realizadas no município. Haverá regulação por conta dos médicos com objetivo de acabar com filas.

“No hospital tínhamos uma regulação pequena, as pessoas tinham dificuldades de acesso. Hoje, com a nova central, poderemos acolher melhor as pessoas que desejam marcar seus exames e consultas, o atendimento será humanizado. O próximo passo é regular os leitos, já estamos iniciando o sistema. Teremos também a criação de um aplicativo para que as pessoas possam acompanhar suas consultas”, falou a secretária de Saúde, Simone Costa.

Para o prefeito Fabiano Horta, a central de regulação é um aparelho importante para o desenvolvimento da cidade.

“Temos a saúde humana e precisamos aprender a redimensionar as coisas. Essa central vai tornar mais igual, mais acessível e dar a todos a possibilidade objetiva de fazer um exame, demanda de uma cirurgia e etc. Quando a gente otimiza, acelera, quando fizemos tudo isso, melhoramos e promovemos a vida e isso é importante”, declarou o prefeito.

Para o presidente da comissão de saúde da Câmara Municipal de Vereadores de Maricá, Felipe Auni, a regulação trará mais celeridade e praticidade para o município.

“Mais um ganho e avanço na saúde do município. Nossa saúde é a melhor do Estado, comprovado em pesquisa. Investimos 3,5% a mais do que o percentual mínimo obrigatório, isso parece pouco na frieza dos números, mas representa um grande investimento. A regulação agiliza em todos os aspectos e o sistema vai ajudar no crescimento da saúde do município”, disse Auni.

Como funciona?

Se o paciente teve um exame solicitado pelo médico ou um encaminhamento para outra consulta, ele precisa levar o pedido para central de regulação e a partir daí terá seu exame ou consulta marcado. É importante ressaltar que a central também avisará o paciente sobre o exame ou consulta marcada, na véspera, para evitar faltas.

Onde fica?

O serviço funcionará no Edifício Maricá Center (Rodovia Amaral Peixoto, km 28,5).

Notícias Relacionadas