Maricá já tem datas para a castração de cães e gatos

Castração Foto: Prefeitura de São Gonçalo/Lucas Alvarenga

A Coordenadoria de Proteção Animal de Maricá levará o castramóvel do Programa de Controle Reprodutivo do município ao distrito de Itaipuaçu no próximo dia 11 e ao bairro de Cordeirinho no dia 12. Em Itaipuaçu, o castramóvel ficará na Praça da Rua 83, próximo à E.M. Marquês de Maricá, no Jardim Atlântico Leste, enquanto em Cordeirinho o veículo estará na E.M. Lúcio Thomé, localizada na estrada que leva o nome da localidade.

Para a realização das castrações, os tutores devem levar os animais no local e horário previamente agendados para a cirurgia, em posse de identidade e CPF, além do formulário de encaminhamento para a castração e da declaração de autorização de procedimento cirúrgico fornecidos pela coordenadoria após os exames.

Nesta etapa, passarão pela castração os animais previamente cadastrados pelos tutores nas triagens dos dias 29/04 (E.M. Marquês de Maricá – Jardim Atlântico Leste), 04/05 (E.M. Lúcio Thomé – Cordeirinho), 06/05 (E.M. Mata Atlântica – Recanto de Itaipuaçu) e 07/05 (E.M. Anísio Teixeira, Avenida 2 – Jardim Atlântico Central) — sendo que a triagem de 07/05 trata-se da antecipação da programada anteriormente para 13/05 no mesmo local. As inscrições ocorrem sempre a partir das 10h, com a distribuição de 100 senhas diárias, sendo 50 direcionadas às fêmeas e 50 direcionadas aos machos de cada espécie.

A Prefeitura oferece 2.400 castrações por ano, sendo esta a primeira ação do castramóvel de 2021, com outras programadas para os meses de agosto e novembro. No total, cerca de 3900 pets já realizaram a cirurgia através da iniciativa da Coordenadoria de Proteção Animal.

De acordo com as regras de castração, os cães ou gatos deverão ter entre 5 meses e 6 anos de idade e não serão feitas cirurgias em cadelas no cio, prenhas, em lactação ou animais braquicefálicos (boxer, shih-tzu, pug, gato persa, dentre outros). Além disso, nos dias direcionados à triagem, não é preciso que os felinos sejam levados, apenas os cães para coleta de sangue, podendo ser inscritos dois animais por cadastro de pessoa física (CPF) do tutor, sendo apenas uma cadela permitida por CPF.

Os documentos (cópias) necessários para a inscrição são: comprovante de residência do município de Maricá, identidade, CPF, comprovante de rendimentos e qualquer comprovante de renda familiar de até três salários- mínimos — visto que o projeto é destinado preferencialmente às pessoas de baixa renda. No local das inscrições e nas datas agendadas para as cirurgias é necessário, ainda, que cada tutor use máscara e, preferencialmente, leve sua própria caneta para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

Segundo o coordenador de Proteção Animal, Fabiano Novaes, as ações do castramóvel são essenciais para um controle populacional efetivo dessas espécies e para a conscientização dos tutores maricaenses.

“Contamos com o apoio da sociedade para que a população de animais não se torne um problema social e ofereça riscos à sociedade e aos outros animais de nossa cidade. Reconheço e agradeço o trabalho voluntário e empenho das protetoras e protetores que muito tem ajudado, principalmente nos casos dos animais que vivem em situação de rua aqui em Maricá. Com essas ações coletivas, aumentaremos a consciência social e a efetividade dos projetos da coordenadoria” , afirmou Fabiano Novaes.

Serviço: Datas para a castração de cães e gatos

Datas das cirurgias: 11/05 (Praça da Rua 83 – Itaipuaçu) e 12/05 (E.M. Lúcio Thomé – Cordeirinho).

Próximas triagens – 06/05 (E.M. Mata Atlântica – Recanto de Itaipuaçu) e 07/05 (E.M. Anísio Teixeira, Avenida 2 – Jardim Atlântico Central) — sendo a de 07/05 um adiantamento da triagem anteriormente programada para 13/05 no local.

Notícias Relacionadas