Rio de Janeiro,

sábado, setembro 25, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #40

Maricá não constata atendimentos associados a ingestão de peixes supostamente contaminados

Mais lidas

O Instituto Estadual do Ambiente (INEA) estará no município nesta quinta-feira (09), para coletar amostras das águas da Lagoa de Ponta Negra e estudar o que causa esses fenômenos recorrentes da mortandade de peixes nas lagoas da cidade.

Nesta quarta-feira (08) a secretaria de Saúde de Maricá não constatou atendimento em consumidores de peixes supostamente contaminados na cidade. A Coordenação de Vigilância em Saúde da Prefeitura de Maricá informa e tranquiliza a população da cidade que:

– Não houve nenhum registro de atendimento nem de hospitalização de pessoas nas unidades de saúde municipais relacionado à suposta ingestão daqueles peixes;

– O fenômeno aconteceu isoladamente e apenas no sábado (04), sem repetição nos dias seguintes;

– A Vigilância Sanitária realiza periodicamente a fiscalização de estabelecimentos que comercializam pescados afim de garantir a sua qualidade;

– A Associação de Pescadores de Ponta Negra, por meio de seu presidente, Valdir Ferreira, assegurou, em reunião nesta quarta-feira (08) com o secretário municipal de Agricultura, Pecuária e Pesca, Julio Carolino, a responsabilidade e a consciência dos pescadores, que jamais se prestarão a comercializar pescados se não estiverem em boas condições;

Cabe destacar a importância da ingestão de peixe, considerado excelente alimento para o cérebro.

Peixes têm ômega 3, proteínas e outros nutrientes que protegem as células contra danos, além de provocarem um efeito anti-inflamatório.

spot_img
spot_img

Últimas noticias