Maricá, Niterói e Saquarema em estado de alerta para risco de surto de dengue, zika e chikungunya

Levantamento divulgado pelo Ministério da Saúde na última quinta-feira (07/06) colocou os municípios de Maricá, Itaboraí, Niterói e Saquarema em estado de alerta por conta do alto índice de infestação pelo mosquito Aedes aegypti, vetor de dengue, zika e chikungunya. Isso significa que esses locais têm altas chances de enfrentar surtos dessas doenças e as ações de combate precisam ser intensificadas. Em 2018, segundo a Secretaria de Saúde foram confirmados em Maricá 689 casos de chikungunya nos cinco primeiros meses e 287 de dengue. No mesmo período foram 65 casos suspeitos de zika, porém todos descartados.

Os dados são do Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa). Além das cidades em situação de risco, o levantamento identificou 2 mil municípios em alerta, com o índice de infestação predial (IIP) entre 1% a 3,9%. Outros 1,7 mil tiveram índices satisfatórios, inferiores a 1%. No total, 21 capitais realizaram o Levantamento Rápido de Índices por Aedes aegypti (LIRAa), duas capitais fizeram por armadilha e 4 não enviaram informações.

Questionada sobre as ações de prevenção, a Prefeitura enviou uma nota afirmando que “para reduzir esses casos, a secretaria realiza ações de identificação e tratamento dos focos localizados, além da circulação de carros fumacê em rotas estabelecidas conforme as notificações de casos. É importante destacar que as unidades de saúde do município fazem o devido acolhimento dos pacientes, preconizado pelo Ministério da Saúde”.

Notícias Relacionadas