Leia a nossa última edição #73

spot_img
spot_imgspot_img

Melhoria nas rodovias será pauta do I Encontro dos Gestores Públicos de Turismo Fluminense em Niterói

spot_imgspot_img

Mais lidas

A qualidade das estradas será pauta da reunião que acontece nesta segunda-feira (1º), em Niterói. O  I Encontro dos Gestores Públicos de Turismo Fluminense, reunirá os 17 municípios que compõem a Costa do Sol e a Serra Verde Imperial (região serrana) e contará com a presença do governador Cláudio Castro, do ministro do Turismo, Gilson Machado e do secretário estadual de Turismo, Gustavo Tutuca.
Entre os temas abordados está a  duplicação da Rodovia RJ-106 (Maricá-Macaé) e a recuperação da Rodovia Serra-Mar (RJ-142), que liga a BR-101 a Nova Friburgo, são alguns dos pedidos. O secretário estadual de Turismo vai apresentar o Plano Estratégico da Secretaria de Turismo (Setur) para 2021, com foco no turismo regional.
Com quatro municípios na categoria A do mapa do turismo brasileiro (Búzios, Cabo Frio, Macaé e Petrópolis) a Costa do Sol (12 cidades) e a Serra Verde Imperial (5 cidades) formam juntas a maior região turística do Estado do Rio. As duas são Instâncias de Governança Regional (IGR)100% formalizadas junto ao Ministério do Turismo e demais órgãos estaduais e federais. As duas IGRs buscam a retomada de mais de 50 negócios da atividade turística prejudicados com a pandemia.
As IGRs organizadas lutam para que a secretaria de Turismo do estado siga as diretrizes do Programa de Regionalização do Turismo, que criou as IGRs em todo o Brasil; o Fundo Garantidor do Turismo (Fungetur), o Prodetur + Turismo e facilitou a captação de recursos financeiros para patrocínio de eventos geradores de fluxos turísticos.
“Esperamos que neste encontro possamos fechar a agenda da Setur com as duas regiões. A duplicação da RJ-106 e a recuperação da RJ 142 são necessidades urgentes da Costa do Sol e da Serra Verde Imperial. Precisamos de ajuda para resgatar os eventos gastronômicos, encontros de motociclistas, festival do surf, circuitos esportivos e o turismo rural”, defendeu Marco Navega, presidente do Conselho de Desenvolvimento do Turismo da Costa do Sol (Condetur).
A IGR da Costa do Sol é formada por 12 municípios (Búzios, Cabo Frio, Arraial do Cabo, Macaé, Casimiro de Abreu, Maricá, Saquarema, Iguaba Grande, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia, Carapebus e Quissamã) e, a IGR Serra Verde Imperial, recentemente constituída, engloba Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo, Cachoeiras de Macacu e Guapimirim.
O Condetur também defende a pavimentação da Estrada do Nelore, que liga Arraial, Cabo Frio e Búzios e evita a passagem de turistas pela Favela do Jacaré, em Cabo Frio.
“Precisamos sair das promessas e partirmos para ações concretas possíveis de serem executadas com ajuda federal por não existirem recursos disponíveis no estado” concluiu Navega.
Durante o encontro, também será apresentado o Programa de Capacitação para a Excelência do Turismo Fluminense pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio. O Plano Estratégico da Setur prevê investimentos em turismo de proximidade, com ações de divulgação dos destinos fluminenses em São Paulo, Minas Gerais e Brasília, além da realização de fóruns regionais. Também busca a aproximação dos municípios com o estado e a União no desenvolvimento do turismo.
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img