Ministério da Saúde já habilitou 20 leitos de UTI no novo hospital de Maricá

Em comunicado oficial na página da prefeitura de Maricá, a secretária de Saúde, Simone Costa, informou que o Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara já possui 20 leitos habilitados para UTI.

Além dos leitos de UTI, as enfermarias estão sendo potencializadas para que possam funcionar como unidade de terapia intensiva e isolamento, ampliando gradativamente a capacidade de 20 para 70 leitos.

De acordo com a secretária, uma equipe composta de fisioterapeutas respiratórios, enfermeiros, médicos e nutricionistas estarão a disposição dos pacientes.

“Todas as ações sobre o Covid-19 são novas. Não há tratamento específico. Estamos aprendendo a cada paciente. Nem todos os pacientes são testados, fazemos de acordo com os protocolos. O novo hospital está nascendo como CTI e centro de pesquisa, estamos com projeto junto a UFRJ para tratamento com plasma”, falou.

Curva Controlada – A secretária disse que Maricá está controlando a curva epidemiológica com as medidas implantadas e isso trará segurança para os tratamentos na cidade.

“Hoje estamos conseguindo controlar a curva, com isso estamos temos tempo para programar e salvar vidas. evitando que pessoas que pessoas que precisem do leito para tratamento não fiquem sem”, disse.

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou mais oito casos do Covid-19 neste sábado (25/04). Agora Maricá tem 49 casos confirmados, com 17 curados e seis óbitos.

Utilização de Máscaras – Simone alertou para a importância uso da máscara, mas lembrou que é preciso estar atento aos detalhes com higienização para que não haja contaminação.

“É importante estar com a máscara, mas é preciso atentar para o fato de não tirar a máscara de fora incorreta e levar a mão ao rosto, principalmente boca e nariz. É preciso ter cuidados com a higiene das mãos para não fazer uma grande contaminação”, falou.

Vacinação H1N1 – Fase final,  essa nova etapa prioriza pacientes crônicos, agentes de segurança e salvamento, além dos nossos idosos. De acordo com a secretária, os idosos serão mantidos por conta de um número maior do que o programado no planejamento.

“Muitos idosos não estavam em nosso cadastro. São pessoas que vieram morar na cidade recentemente e não estavam em nossos cadastros. Com isso vamos manter os idosos em todas as fases de vacinação”, contou.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.