Ministério da Saúde volta atrás e confirma quarto caso de Coronavírus no Brasil

Após divulgar que não enquadrava o caso da adolescente que testou positivo para o Covid-19 e não apresentava sintomas, como caso confirmado de Coronavírus, o Ministério da Saúde voltou atrás e confirmou, no final da manhã desta quinta-feira (05) esse como o quarto caso de infecção pelo vírus. Todos os casos são na cidade de São Paulo.

Para o Governo Brasileiro, que divulgou no início da manhã que monitorava a “situação atípica”, o caso “não preenchia os critérios técnicos para enquadramento da doença”. Já em uma segunda nota divulgada no final da manhã, o ministério informou que quatro elementos levaram à definição do caso como confirmado: o resultado do exame, o local provável de infecção (a jovem esteve na Itália), a possibilidade do uso de medicamento ter mascarado os sintomas (a jovem foi hospitalizada na Itália para tratar uma lesão de ligamentos) e a possibilidade de os sintomas surgirem nos próximos dias.

“Em reunião em Brasília, especialistas classificaram o caso da adolescente de São Paulo como confirmado”, diz a nota mais recente do Ministério da Saúde.

Outros casos confirmados de infecção por Covid-19:
1ª Caso: Trata-se de um homem de 61 anos, morador da cidade de São Paulo, que esteve na região da Lombardia, no norte da Itália, entre os dias 9 e 21 de fevereiro. Ao retornar da viagem, na última sexta-feira (21), o paciente apresentou os sinais e sintomas compatíveis com a doença (febre, tosse seca, dor de garganta e coriza).

2º Caso: O paciente, um homem de 32 anos, esteve na Itália e chegou ao Brasil na quinta-feira (27). Ele chegou acompanhado da mulher de Milão, na região da Lombardia. Ainda no voo usou máscara e a acompanhante não apresenta sintomas da doença. O paciente foi atendido no Hospital Israelita Albert Einstein na sexta-feira (28). Durante o atendimento, o viajante relatou febre, tosse, dor de garganta, dor muscular e dor de cabeça. O quadro clínico foi considerado leve e estável.

3° Caso: Trata-se de um homem colombiano, de 46 anos, que mora em São Paulo. Em fevereiro, o paciente visitou a Espanha, Itália, Áustria e Alemanha.

*com informações da Agência Brasil

Notícias Relacionadas