Moradores clamam por saneamento, água e pavimentação em Itaboraí

Foto: Luiz Nicolella

Foto: Luiz Nicolella

Preocupados com a condição da rua em que residem, moradores da Rua 29, em Joaquim de Oliveira, penduraram uma faixa na Avenida Doutor Elias de Miranda, uma das principais do bairro, exigindo asfalto, saneamento básico e água encanada.

 

Segundo o operador de máquinas Orlando Silva, de 67 anos, a situação é comum em quase todo o município. Até mesmo as vias que apresentam asfaltos têm problemas, segundo ele. 

 

“Quase nenhuma via possui saneamento básico ou asfalto. Até mesmo essa avenida em que colaram o cartaz, tem enormes crateras. É algo comum, infelizmente, para os moradores daqui, que acabam vivendo com o descaso do governo”, contou.

 

O aposentado Sandro Fernandes, 74, contou que, apesar de sem asfalto, a rua consta como pavimentada na prefeitura.

 

“Asfaltaram a rua que corta a 29, mas esqueceram dela. Acaba que o barro desce e prejudica até a obra que eles fizeram”, explicou.

 

A dona de casa Maria Fernanda Cândido, 53, também reconhece os problemas do bairro e pede uma resposta da prefeitura.

 

“Espero que alguém do poder público possa olhar por nós. Essa situação que estamos vivendo é insustentável. Estamos tentando de tudo quanto é jeito ter um pouco se visibilidade”, disse Maria.

 

A Prefeitura de Itaboraí, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos informou que já vem realizando mutirões de limpeza, patrolamento, tapa buraco, dragagem de rios e manutenção de rede de esgoto e de água em diversos bairros do município de Itaboraí. O bairro de Joaquim de Oliveira já está inserido no cronograma, que visa proporcionar aos moradores melhores condições do que as de hoje.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.