Rio de Janeiro,

sábado, setembro 18, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #40

Motoristas de vans municipais fazem manifestação em frente à prefeitura de Maricá

Mais lidas

Reivindicando a realização do Programa Mumbuca Transporte, os motoristas das vans de transporte alternativo de Maricá realizaram nesta quarta-feira (11) uma manifestação pacífica em frente à prefeitura.

De acordo com Alex, presidente da cooperativa das vans de Maricá, há três anos foi feita uma licitação para ofertar para as vans da cidade maquinários que pudessem aceitar cartões. Com essa instalação, seria promovido o programa Mumbuca Transporte que possibilitaria das vans se tornarem um transporte complementar aos ônibus da Empresa Pública de Transportes (EPT), os ‘Vermelhinhos’.

O programa que foi aprovado em março na Câmara Municipal de Maricá, assegura a gratuidade para idosos, alunos da rede pública de ensino, pessoas portadoras de deficiência e portadoras de doença crônica de natureza física ou mental que exijam tratamento continuado. Além disso, o benefício oferece 60 créditos mensais, em mumbuca, para os cidadãos comuns da cidade.

Os veículos seriam equipados com validadores (maquinários) onde os usuários utilizariam seus créditos através de um cartão entregue pela Secretaria de Transportes de Maricá, em um sistema semelhante ao que já é utilizado no transporte regular. De acordo com os motoristas, a prefeitura também orientou a compra de veículos novos mas já se passaram meses e o ‘Mumbuca Transporte’ não sai do papel.

Os motoristas seguem com dívidas e poucos clientes por conta da grande oferta dos ônibus gratuitos na cidade e alegam estarem passando por necessidades.

”Já perdemos algumas vans por falta de pagamentos, até hoje nada aconteceu.” afirmou Alex.

Ainda segundo o presidente da cooperativa, a manifestação começou por volta de 6h, de forma pacífica, sendo obrigatório o uso de máscara e organizada para não atrapalhar o trânsito na cidade.

A Prefeitura de Maricá foi procurada pelo Errejota Notícias mas ainda não se posicionou sobre o caso.

spot_img
spot_img

Últimas noticias