Mundial de Paraciclismo de Pista começa nesta quinta-feira, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro

O Velódromo do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, recebe a partir desta quinta-feira (22), o Mundial de Paraciclismo de Pista. Irão participar 222 atletas de 30 países. Essa competição valerá pontos para o ranking que selecionará os participantes da modalidade nos Jogos. As disputas começam às 10h e a partir das 15h serão disputadas as primeiras finais. O Mundial vai até domingo e a entrada é gratuita.

Nomes que participaram e foram medalhistas dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, retornarão à pista que lhes garantiu a glória paralímpica. É o caso de 48 atletas, sendo 26 homens e 22 mulheres. Alguns destaques são a holandesa Alyda Norbrois, que ganhou dois ouros na Rio 2016 e volta para competir na classe C2; a americana Jamie Whitmore, ouro e prata nos Jogos Rio 2016; a australiana Simone Kennedy, prata nos Jogos de Londres 2012; e a britânica Megan Giglia, bicampeã mundial e ouro na Rio 2016 disputam a classe C3.

No C2 masculino, Tristen Chernove é um dos grandes nomes desse Mundial. O canadense ganhou seis dos últimos oito ouros em grandes competições, sendo três no Mundial de 2017, duas no Mundial de 2016 e uma nos Jogos do Rio.

Na perseguição individual da classe C3 masculina, o duelo deve ser entre o americano Joseph Berenyi, ouro, prata e bronze em Londres 2012 e prata na Rio 2016, contra o australiano David Nicholas, ouro e bronze em Londres 2012 e ouro na Rio 2016. “Eu espero obter bons resultados aqui no Mundial. A pista continua muito boa e estou bem feliz de poder voltar a competir no Rio”, disse David Nicholas.

À tarde, nas finais, sairão os primeiros medalhistas deste Mundial. No contrarrelógio 500m C4 feminino, as principais candidatas ao pódio são a americana Shaw Morelli, ouro nos Jogos do Rio, em 2016; a canadense Marie-Claude Molnar, primeira medalhista do seu país no paraciclismo em Londres 2012; a chinesa Ruan Jianping, bronze na Rio 2016.

No contrarrelógio 1.000m C5 masculino, o Brasil terá sua primeira grande oportunidade para conquistar medalha. Estarão na pista Lauro Chaman, prata e bronze nos Jogos Paralímpicos Rio 2016; e Soelito Gohr (foto). “Estamos ansiosos pela competição, esperando um bom resultado. Temos uma renovação da equipe, com novos nomes se destacando. Estamos com uma ótima estrutura de apoio e temos expectativa positiva e contamos com o apoio da torcida”, afirmou Soelito.

E na classe C4 os principais nomes para ficar de olho são o eslovaco Jozef Metelka, dono de dois ouros e uma prata na Rio 2016; o britânico Jody Cundy, dois ouros na Rio 2016, dois ouros em Pequim 2008 e uma prata em Londres 2012; e o australiano Kyle Bridgwood, ganhador de duas pratas na Rio 2016.

O Mundial de Paraciclismo de Pista irá acontecer no Velódromo Olímpico do Rio de Janeiro, seguirá de 22 a 25 de março e as entradas serão gratuitas. A entrada será através do Portão 28 do Parque Olímpico, que fica localizado na Avenida Embaixador Abelardo Bueno, na Barra da Tijuca.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.