‘Ninho inesperado’ de tartarugas marinhas é encontrado em Maricá

Tartarugas Ponta Negra

Agentes do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP) e do Projeto Aruana, encontraram um ninho de tartarugas marinhas da espécie cabeçuda, na Praia de Ponta Negra, em Maricá, durante a realização do monitoramento de praias.

De acordo com os especialistas do Projeto Aruana, o ninho foi considerado inesperado já que o local não é uma região regular de desova. Como o mar estava agitado na região, 54 filhotes foram recolhidos e levados para Praia da Sacristia onde ganharam o mar.

“Acompanhamos mais esse momento raro. Vale lembrar que a área não é local regular de desova de tartarugas marinhas, mas algumas desovas esporádicas foram registradas pelo projeto. Ao todo, foram soltos ao mar, 54 filhotes de tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta)”, dizia a nota nas redes sociais do projeto

Curiosidades

No Brasil, as áreas prioritárias de desova estão localizadas no Espírito Santo, Bahia, Sergipe e Litoral Norte do Rio. A tartaruga-cabeçuda são carnívoras, gostam de caranguejos, moluscos, mexilhões e outros invertebrados triturados com ajuda dos músculos poderosos da mandíbula.

Notícias Relacionadas