Niterói amplia quarentena e restringe transporte por aplicativo

No pronunciamento diário nas redes sociais, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, informou nesta quinta-feira (9) que vai prorrogar o período de isolamento social na cidade até 22 de abril. Outra importante medida para reduzir o fluxo de pessoas e diminuir a propagação do vírus na cidade é a restrição de transportes por aplicativos até o dia 18.

Desde o dia 4, já estava instituído a proibição de entrada em Niterói de táxis de municípios limítrofes. O prefeito também anunciou a reabertura da janela de funcionamento específica para oficinas e lojas de material de construção, também até o dia 22. 

Segundo o prefeito, o município do Rio de Janeiro decretou hoje estado de calamidade pública e, por isso, as medidas de prevenção precisam ser reforçadas.

“A cidade do Rio de Janeiro decretou estado de calamidade pública. As redes privadas e públicas de lá estão entrando em colapso. Venho alertando diariamente sobre a situação, que é a mais grave da história da nossa geração. Com saúde não se brinca. Paramos praticamente todos os serviços porque estamos concentrados em salvar vidas. As cidades vão viver uma crise sem precedentes. Você já salvou muitas vidas ficando em casa esses dias. É uma situação difícil, mas eu apelo que permaneça em casa. Além disso, a janela para oficinas e lojas de materiais de construção será novamente aberta até o dia 22”, reforçou Neves.

Outra medida anunciada pela prefeitura foi a restrição de entrada na cidade, que foi ampliada aos transportes por aplicativos de outras cidades, que não poderão circular em Niterói até o dia 18 de abril, a princípio.

“Eu preciso ser responsável e cuidar da vida de cada um de vocês e peço que os moradores dos municípios limítrofes sigam o exemplo de Niterói e fiquem em casa. Entre os dias 11 e 18 de abril, os carros por aplicativo não terão acesso à cidade”, explicou Rodrigo Neves.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.