Niterói: Canal de Itaipu recebe desassoreamento

A Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconser) iniciou o desassoreamento do canal de Itaipu. O objetivo é restabelecer a ligação do mar com a lagoa. O trabalho está sendo feito por equipes da Subsecretaria de Rios e Canais da Seconser e a previsão é que seja concluído em um mês.

De acordo com a secretária municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconser), Dayse Monassa, as correntes marítimas levaram para o local a areia que foi depositada nas últimas ressacas. Aos poucos, a maré se desloca e carrega essa areia para o canal, que agora está sendo retirada e levada para as praias laterais ao canal.

“As equipes vão trabalhar diariamente, inclusive, aos sábados e domingos. A ação consiste na retirada do material que está impedindo a circulação do mar com a lagoa. Estamos repetindo a operação realizada no fim de 2019, quando houve o fechamento do canal. Este é um processo natural de depósito de areia”, explica a secretária.

A Prefeitura de Niterói está atuando para uma melhor gestão das lagoas na cidade em colaboração com o Instituto Estadual de Meio Ambiente (Inea). Vale ressaltar que o sistema lagunar é de responsabilidade do governo estadual legalmente. No entanto, em 2013, o Município assinou um contrato de cogestão das lagoas com o Estado e colabora no processo de recuperação do sistema.

De acordo com o comitê gestor de lagoas da Prefeitura, a abertura do canal foi realizada em 1979, com o objetivo de reduzir o espelho d’água da lagoa de Itaipu e fazer com que as trocas de água entre mar e lagoa se tornassem permanentes. Demorou 40 anos para ocorrer o impedimento deste fluxo, no caso de obstrução no fim de 2019. A prefeitura fez a retirada desta areia com máquinas para manter esta troca. E continua fazendo esta gestão adaptativa, analisando diariamente as variações de marés, depósitos de areia e ressacas.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.