Rio de Janeiro,

sexta-feira, setembro 17, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #40

Niterói inaugura centro de reabilitação para pacientes com sequelas da Covid-19

Mais lidas

A Prefeitura de Niterói inaugurou nesta segunda-feira (23) o Centro de Reabilitação Pós-Covid-19 no Hospital Municipal Oceânico, referência no tratamento de pacientes com Covid-19.

O Centro de Reabilitação funcionará no térreo do hospital em uma área isolada do restante da unidade que atende pacientes com Covid-19.

O Hospital Municipal Oceânico é a primeira unidade do Brasil exclusiva para o tratamento de pacientes com Covid-19. Em junho de 2021 a unidade alcançou uma marca histórica: duas mil altas de pacientes recuperados da Covid-19 desde a abertura.

A nova área do Oceânico é voltada para o atendimento de pessoas que contraíram a Covid-19, se recuperaram e apresentaram sintomas como fadiga, cansaço, dor crônica, fraqueza muscular, limitação respiratória, perda de olfato e paladar após a alta.

Durante a inauguração, o prefeito Axel Grael disse que o Centro de Reabilitação é mais um esforço da Prefeitura de Niterói na recuperação total dos pacientes que tiveram Covid-19.

“É um orgulho pra gente esse trabalho pioneiro de recuperação dessas pessoas que, em função da Covid-19, ficaram com sequelas e dificuldades para voltar a suas rotinas. Aqui, elas poderão dar sequência ao seu tratamento para se recuperarem plenamente”, disse o prefeito.

A Secretaria Municipal de Saúde de Niterói realiza a busca por pacientes que venceram o coronavírus em outras unidades de saúde de Niterói.

A capacidade do centro será de 48 atendimentos individualizados por dia, realizados por profissionais da saúde de diversas áreas (fisioterapia, fonoaudiologia, médica, enfermagem, nutrição, psicologia) que se dividem para atender a demanda de cada paciente.

“Esse Centro vai ser muito importante para quem já teve Covid-19. Estimamos que cerca de 40% das pessoas que contraíram a doença apresentam algum tipo de sequela em graus diferentes. Muitas delas precisam de um trabalho de reabilitação e esse Centro de Reabilitação inaugurado hoje no Hospital Municipal Oceânico, um dos primeiros do Rio de Janeiro, terá essa missão”, disse o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira

Na reabilitação, o paciente será classificado em uma escala de 0 a 4, sendo prioridade atender os casos mais graves (3 e 4) individualmente. Pacientes entre 1 e 2 serão atendidos coletivamente, em ações de grupo. Somando aos atendimentos individualizados, o Centro de Reabilitação poderá atender mais de 70 pessoas por dia.

spot_img
spot_img

Últimas noticias