spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #72

spot_img
spot_imgspot_img

Niterói: população pede desapropriação de prédio histórico na Ponta d’Areia

spot_imgspot_img

Mais lidas

Quem visita o repaginado cais da Ponta d’Areia, em Niterói, se depara com um grande prédio histórico que, atualmente, está inutilizado. Recentemente reformado pela Prefeitura de Niterói após determinação do Ministério Público, o local segue sem utilização. O medo da população é que o local seja invadido e se torne um local de perigo para o bairro.

O ErreJota Notícias apurou que a Prefeitura de Niterói fez uma reforma recente no local, que fica na Rua Barão de Mauá, 347 – Ponta d’Areia, apesar do prédio não pertencer ao município. A obra aconteceu por conta de uma determinação do Ministério Público, já que a estrutura sofria riscos de cair e atingir imóveis no entorno. Mais de R$ 1 milhão foi empenhado na reforma.

O prédio pertence a uma pessoa não conhecida e tem grande dívida de Imposto Territorial Predial Urbano (IPTU). Moradores do bairro pedem que o imóvel seja desapropriado para se tornar a sede da Administração Regional – Centro e Ponta d’Areia, levando para mais perto do bairro serviços da Prefeitura que só podem ser encontrados no Centro da cidade. Hoje, a sede do órgão fica na Rua Visconde do Uruguai, 247 – Centro, que é alugado.

Segundo apurado, a presidência da Câmara de Niterói, após pedido do vereador Adriano Boinha (PDT), oficiou a Prefeitura pedindo a desapropriação do imóvel justamente para instalação da sede da Administração Regional no local, no entanto, até o fechamento dessa reportagem, nenhuma ação havia sido tomada.

“A Prefeitura tem custeado alugueis da Administração Regional, por isso sugerimos que o prédio seja a sua sede. A desapropriação trará benefícios como local de atividades culturais, sociais e educacionais, além de sede administrativa da Prefeitura para os moradores da região”, disse Boinha.

A Prefeitura de Niterói foi questionada pela reportagem, mas não retornou até o fechamento dessa matéria.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img