Rio de Janeiro,

sábado, setembro 25, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #40

Niterói promoverá um minuto de aplausos pela morte de Paulo Gustavo e vítimas da Covid-19

Mais lidas

O prefeito de Niterói, Axel Grael, lamentou com pesar a perda, nesta terça-feira (04), do ator e humorista niteroiense Paulo Gustavo, de 42 anos. O prefeito decretou luto oficial de três dias em Niterói em homenagem ao ator que sempre buscou valorizar a cidade que ele tanto amava em seus trabalhos. Uma iniciativa espontânea pede que as 20h desta quarta-feira (05) a sociedade realize um grande aplauso para ele e para todos os niteroienses que se foram para a Covid-19

“Recebi a notícia da morte do Paulo Gustavo com uma dor e tristeza imensas no coração. Um jovem cheio de vida e alegria contagiante, que lutou bravamente contra a Covid-19, mas, infelizmente foi vencido por esta doença. Paulo Gustavo reunia talento, carisma e empatia, qualidades que o fizeram conquistar o coração não só dos niteroienses como dos brasileiros. Sua inteligência privilegiada e humor contagiante se tornaram sua marca registrada. Assim como todo niteroiense, eu sentia um orgulho enorme de vê-lo brilhar nos palcos e telas. Niterói, aliás, foi um tema recorrente do humorista que, com muito carinho, ajudou a divulgar a imagem da cidade. Toda a minha solidariedade à família neste momento”.

Paulo Gustavo estava internado desde o dia 13 de março, no Copa Star, em Copacabana, no Rio de Janeiro. Na última semana, de acordo com os boletins médicos divulgados, o quadro de saúde do humorista se agravou. Diversas vezes o ator se mostrou preocupado e engajado na luta contra o coronavírus e no apoio aos mais vulneráveis. O prefeito lembrou que a morte de Paulo Gustavo é mais uma triste perda a nos reafirmar a necessidade de priorizar a prevenção e enfrentamento à pandemia.
O ator e criador de “Minha Mãe é uma Peça” era casado com o médico dermatologista Thales Bretas e pai dos gêmeos Romeu e Gael.

 

spot_img
spot_img

Últimas noticias