Niterói registra queda nos indicadores de violência

Os dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP) mostram que a cidade de Niterói apresentou redução nos indicadores de letalidade violenta, roubos de veículos e roubos de rua. O resultado é um comparativo realizado entre os meses de agosto deste ano e o mesmo período de 2019.
Em agosto de 2020 houve uma redução de 55,56% no indicador letalidade violenta em relação ao mesmo período do ano passado. Entre janeiro e agosto de 2020, foram menos 100 mortes violentas em Niterói, em comparação com o mesmo período em 2019.
Outros índices que apresentaram quedas expressivas foram roubo de rua (57,32 %). Os números dos ISP mostram que foram registrados 141 casos de roubo de rua a menos em agosto deste ano do que no mesmo período do ano passado. No acumulado de janeiro a agosto são menos 1.369 registros.  A maior redução foi na área da 77ª DP (Icaraí), de 68,97%; seguida da área da 81ª DP (Itaipu), com queda de 67,86%; na área da 79ª DP (Jurujuba), houve redução de 60,87%; na região da 76ª DP (Centro) foi registrada queda de 58,33% nos registros; e uma redução de 48,94% na área da 78ªDP.
“Não vamos recuar. Estamos atentos e monitorando a cidade 24 horas, mantendo a integração das forças de segurança, coisa que nenhum município do estado faz. Por isso temos esse resultado positivo”, afirma o secretário do Gabinete de Gestão Integrada de Segurança de Niterói, Gilson Chagas.
Quando o assunto é roubo de veículos (59%), foram 775 veículos roubados no acumulado de janeiro a agosto deste ano. As delegacias com maiores quedas nos registros de roubo de veículos foram a 79ª DP (Jurujuba), com menos 72,22%; e 78ª DP (Fonseca), com 62,69%.

“Nós seguimos, nos últimos três anos, com a redução dos índices de criminalidade na nossa cidade. Esse resultado é fruto do cerco eletrônico, do monitoramento das câmeras pelo Centro Integrado de Segurança Pública, programas como o Niterói Presente e o Proeis, a atuação da Guarda Municipal e da ação integrada com as polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária. Estamos avançando em todas as frentes”, informa o prefeito Rodrigo Neves.

Ferramentas contra a criminalidade – O Plano Municipal de Segurança Pública de Niterói, conhecido como Pacto Niterói Contra a Violência, completou dois anos em agosto com uma redução significativa dos índices de criminalidade em Niterói desde o lançamento, em 2018. Pacto Niterói Contra a Violência, prevê investimento de R$ 304 milhões até 2020 em 18 projetos nos eixos de prevenção, policiamento e Justiça, convivência e engajamento dos cidadãos e ação territorial integrada.

Niterói Presente e Proeis – Atualmente, dois terços do policiamento de Niterói são garantidos por investimentos diretos da Prefeitura de Niterói por meio dos programas Niterói Presente e Proeis. No caso do Niterói Presente, há um efetivo fixo de policiais, alguns já reformados, e agentes civis. Os programas pagos pela prefeitura colocam em média 444 homens por dia nas ruas patrulhando a cidade. Os agentes atuam em bairros como Barreto, Icaraí, Santa Rosa, Centro, Fonseca, Charitas, São Francisco e Jurujuba.

Outras ferramentas que ajudam as forças de segurança são o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) e o Sistema de Cercamento Eletrônico. A cidade conta com o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), operado pela Guarda Municipal, monitora a cidade 24 horas por dia com mais de 522 câmeras instaladas em pontos estratégicos.

O Sistema de Cercamento Eletrônico usa inteligência artificial e 70 câmeras para identificar carros roubados, furtados ou clonados em frações de segundo, nas entradas, saídas e principais vias da cidade. Os portais emitem alertas para que o veículo seja rastreado e interceptado pela polícia.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.