Niterói restringe acesso de pessoas de outras cidades a partir de quinta-feira

A partir de quinta-feira, 23 de abril o acesso à cidade de Niterói só poderão entrar no município pessoas que trabalharam na cidade em atividades essenciais. A restrição afeta cidades como Rio de Janeiro, Maricá e São Gonçalo e as medidas estão valendo até o próximo dia 2 de maio.

No princípio de abril, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, havia anunciado 28 pontos de bloqueios, 21 deles fixos e outros sete de fiscalização, mas optou pela implantação gradual das restrições de circulação.

Para acessar a cidade, os empregados precisarão apresentar crachá, contracheque ou carteira de trabalho com o endereço do empregador em Niterói.

Inicialmente ficou estabelecido a redução da capacidade do transporte público em 30% da frota e a restrição de circulação dos táxis de outros municípios. Os caminhões e transportes de carga não sofrerão restrições para fazer entregas. A segunda fase das restrições foi à proibição dos veículos de aplicativos vindo de outras cidades.

Somente será permitido o acesso após identificação aos agentes de forças especiais (Guardas Municipais, Agentes da NitTrans e Agentes do Niterói Presente). As restrições, além das já implantadas, limitam a circulação de carros de passeio e motos.

“É fundamental que a gente promova o isolamento social em Niterói, mas que o cidadão das outras cidades também faça o isolamento. Peço a vocês, moradores de cidades vizinhas, que também cumpram o apelo de seus prefeitos, respeitando as determinações orientadas pelas autoridades sanitárias, de só saírem de casa nos casos de extrema necessidade e usando a máscara”, disse o prefeito.

 

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.