Rio de Janeiro,

quinta-feira, junho 30, 2022
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #49

Niterói segue tendência regional e uso de máscaras em ambientes abertos deixa de ser obrigatório

Mais lidas

O uso de máscaras em ambientes abertos deixou de ser obrigatório em Niterói. O anúncio foi realizado pelo prefeito de Niterói, Axel Grael, no final da tarde desta sexta (11). A medida começa a valer na próxima segunda (14).

“Fizemos uma avaliação com relação à situação em que nós estamos. Estabelecemos em 2020 uma metodologia, que estabeleceu vários níveis de restrições. À medida que fomos superando etapas, fomos flexibilizando. Vamos publicar novo decreto no diário oficial de amanhã. Vamos estabelecer que poderemos permanecer sem máscaras apenas em locais abertos mas com algumas medidas importantes de proteção”, disse Axel.

O uso de máscaras segue obrigatório, no entanto, em ambientes fechados. De acordo com Bira Marques, secretário Executivo de Niterói, a medida será reavaliada na próxima reunião do Comitê Científico da cidade, prevista para acontecer no próximo dia 30/03.

“Seguimos com forte redução no número de casos e de positividade. Menos de 3% dos testes realizados são positivos. A mortalidade está em queda, bem como as internações. Na última semana, não houve qualquer internação. Esses são elementos que em comprovam estabilidade e melhora na pandemia”, justificou o secretário de Saúde Rodrigo Oliveira.

Outro dado analisado foi a cobertura vacinal. De acordo com Rodrigo, “Niterói tem uma das melhores taxas de vacinação com a primeira dose em adultos do país” e uma taxa de dose de reforço considerada “excelente” em idosos acima de 61 anos. “Temos uma boa adesão na primeira dose de adolescentes e podemos melhorar na primeira dose para crianças. Há espaço para melhora na segunda dose de adolescentes, bem como para dose de reforço na faixa de 18 a 59 anos”, explicou o secretário de Saúde.

Imunossuprimidos, gestantes ou idosos seguirão com a recomendação do uso de máscaras em todos os espaços. Nas escolas, não há obrigatoriedade do uso de máscaras em áreas abertas e durante exercícios físicos, mas segue obrigatório permanecer com o equipamento de proteção individual nas salas de aula e espaços fechados.

Fica autorizado o funcionamento de casas noturnas, pubs e boates com até 100% da capacidade de público, mas segue sendo cobrado o “passaporte vacinal”. O mesmo vale para a realização de grandes eventos.

spot_img
spot_img

Últimas noticias