Rio de Janeiro,

terça-feira, junho 22, 2021
spot_img

Leia a nossa última edição #37

Niterói terá primeira escola carbono neutro em Itaipu

Mais lidas

Foi lançada nesta segunda-feira (31), o projeto da primeira escola carbono neutro da cidade. A unidade escolhida para receber a iniciativa piloto foi a Escola Municipal Professor Marcos Waldemar de Freitas Reis, em Itaipu. A ideia é que a unidade escolar receba ações de mitigação dos gases de efeito estufa e gestão eficiente de resíduos.

O carbono neutro é uma espécie de balança ecológica. Por exemplo, se uma empresa queima determinada quantidade de gases do efeito estufa durante seu processo de produção, ela deverá compensar o desequilíbrio neutralizando uma quantidade semelhante de gases presentes na atmosfera.

Escolhida para ser projeto piloto, a Escola Municipal Professor Marcos Waldemar de Freitas Reis fica próxima da Lagoa de Itaipu, uma localização emblemática para o tema. O secretário municipal do Clima, Luciano Paez, apontou que um dos primeiros passos da iniciativa será calcular, ao longo deste ano, a quantidade de gases que a escola precisa emitir para funcionar.

“Queremos que a Marcos Waldemar seja um referencial e modelo a ser seguido em outras unidades. Vamos fazer um grande levantamento para estimar a pegada de carbono da escola e desenvolver um plano de ação. Acredito que neste projeto, para fazer a neutralização, teremos o foco em plantio de mudas nativas, bem como também em resíduos e na eficiência energética”, adiantou.

O secretário de Educação, Vinicius Wu, explicou que a escola foi escolhida por conta de sua localização e por sua vocação, uma vez que a unidade já desenvolve um trabalho interno de sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Essa e outras iniciativas, como a ocupação dos espaços ao ar livre, também serão levadas para outras unidades.

“Queremos que nossas escolas participem da construção de uma estratégia de cidade sustentável e resiliente. Desenvolveremos vários projetos transversais nos próximos anos, em parceria com diferentes unidades de governo, que visam colocar a agenda da sustentabilidade no centro das políticas educacionais na cidade de Niterói”, disse.

Em visita conjunta das secretarias nesta segunda-feira, o Subsecretário de Projetos Transversais, Cooperação e Articulação Institucional, Thiago Risso, falou sobre algumas possibilidades do projeto dentro da escola.

“Estamos animados com essa iniciativa na EM Marcos Waldemar. Teremos a implantação de hortas, atividades em áreas abertas, utilização de praças públicas, criação de microparques. Tudo isso será realizado a partir da observação dos alunos da escola, reforçando sua autonomia e o protagonismo do seu futuro”, destacou.

Getulinho Zero Carbono – Já está em andamento, desde abril, o projeto Getulinho Zero Carbono, que deve transformar o hospital pediátrico no primeiro hospital municipalneutro em carbono do Brasil

spot_img

Últimas noticias