Niterói usará os R$ 45 milhões que seriam doados para SG em ações de combate ao Covid-19

Foto: Douglas Macedo / Divulgação

Na sessão plenária desta quinta-feira (04) a Câmara de Vereadores confirmou a aprovação, em segunda discussão, da autorização para que a Prefeitura de Niterói possa utilizar os R$ 45 milhões que iriam para o hospital de campanha de São Gonçalo em ações de combate a pandemia.

Na sessão de quarta-feira (03), após a ineficiência do Governo do Estado e da Organização Social contratada para montar e gerir o hospital de campanha para atendimento às vítimas do novo coronavírus em São Gonçalo, os vereadores de Niterói, revogaram, por unanimidade, a Lei 3.483/2020 que autorizava a Prefeitura de Niterói a repassar o valor de R$ 45 milhões que seriam destinados às ações de combate à Covid-19 no município vizinho.

A unidade hospitalar ainda não está em funcionamento e era administrada pela OS Iabas que não cumpriu o cronograma. Diante dos impasses, o Governo do Rio anunciou esta semana a retomada da construção e administração dos hospitais de campanha em todo Estado do Rio. A execução ficou a cargo da Fundação Estadual de Saúde.

Após os escândalos, tanto Niterói quanto Maricá retiraram a doação de R$ 45 milhões que cada município faria para São Gonçalo, através de convênio com o Governo do Estado, para mitigar os impactos do coronavírus.

Casos – A cidade tem hoje 3385 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19). O aumento do número de casos confirmados se deve sobretudo ao início da testagem em rápida. São ao todo 1795 pessoas curadas, 1340 em quarentena em suas residências, 121 hospitalizadas confirmadas com a doença e 129 óbitos.

Notícias Relacionadas