Rio de Janeiro,

sábado, setembro 18, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #40

Niteroiense Martine Grael e sua dupla Kahena Kunze conquistam ouro nas Olimpíadas de Tóquio

Mais lidas

A niteroiense Martine Grael e a sua dupla, a paulista Kahena Kunze, atletas representando o Brasil na modalidade vela nas Olimpíadas de Tóquio, conquistaram o ouro olímpico na classe 49er FX nesta terça (3) na Baía de Enoshima, no Japão.

Na “medal race”, considerada a regata decisiva, elas ficaram na terceira posição, o suficiente para o segundo olímpico ouro da dupla. Elas tinham conquistado a medalha dourada no Rio, em 2016, na mesma categoria.

A vitória começou a acontecer depois que a dupla fez uma manobra contraintuitiva logo na largada e se distanciou da flotilha para pegar vento sem interferência, além de aproveitar uma corrente marítima que Martine disse ter percebido.

A medalha de prata ficou com as alemãs Tina Lutz e Susann Beucke; O bronze, com as holandesas Annemiek Bekkering e Annette Duetz.

O resultado representa o oitavo ouro da vela na história das Olimpíadas para o Brasil, mantendo a modalidade como a mais dourada do país. Além dos oito ouros, são três pratas e oito bronzes, com 19 medalhas no total.

Martina é niteroiense e sobrinha do prefeito Axel Grael. A família é conhecida na vela já que possuem mais dois velejadores olímpicos, Torben e Lars Grael. Torben é pai e treinador de Martine. O bicampeonato olímpico de Martine e Kahena é a nona medalha olímpica da família Grael. São os dois ouros da dupla, cinco de Torben – duas de ouro – e duas e Lars.

spot_img
spot_img

Últimas noticias